Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

PSP proíbe fogo-de-artifício na Madeira

O Comando Regional da Madeira da PSP proibiu o lançamento de fogo-de-artifício este fim-de-semana, tendo cancelado todas as licenças emitidas, disse à agência Lusa fonte daquela força policial.
22 de Julho de 2012 às 15:44
O lançamento de fogo-de-artifício "poderia vir a originar mais problemas", afirma fonte da PSP
O lançamento de fogo-de-artifício 'poderia vir a originar mais problemas', afirma fonte da PSP FOTO: Lusa

"O Comando Regional da PSP proibiu o lançamento de fogo-de-artifício em toda da ilha, cancelou as licenças emitidas e suspendeu a emissão de novas licenças", afirmou a mesma fonte, justificando a decisão do comando com a situação dos incêndios florestais que lavram desde a última semana na região.

Este responsável explicou que o lançamento de fogo-de-artifício "poderia vir a originar mais problemas" e "é com base nesta argumentação que foi proibido".

Segundo esta fonte, o Comando Regional fará, na segunda-feira, uma nova análise à situação dos incêndios na região, "para ver se há condições para retomar a emissão das licenças".

A PSP pede à população para não entrar em pânico perante situações que possam apresentar eventual perigo, solicitando que evite também perturbar ou impedir, com viaturas, o trabalho dos elementos da Protecção Civil que se encontram no terreno.

A PSP exorta ainda os cidadãos que, ao detectarem focos de incêndio, os comuniquem de imediato às autoridades, assim como se se depararem com troncos, postes ou pedras que estejam a condicionar o trânsito, para que a sua sinalização ou remoção possa ser efectuada de forma a evitar acidentes.

PSP madeira fogo-de-artifício licenças incêndios
Ver comentários