Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

PSP reforça Bairro Alto

A PSP vai reforçar o patrulhamento no Bairro Alto, em Lisboa, com agentes do Corpo de Intervenção (CI) e investigação criminal. O homicídio de Banu de Melo, o alegado traficante morto anteontem a tiro, levou a Polícia a querer mostrar-se mais aos moradores do bairro.

24 de Maio de 2008 às 00:30
Um amigo mostra o local, no Bairro Alto, onde Banu foi assassinado
Um amigo mostra o local, no Bairro Alto, onde Banu foi assassinado FOTO: Manuel Moreira

Fonte da Direcção Nacional da PSP disse ao CM que este reforço "não significa que a PSP tivesse défice de efectivos no bairro". "Além da esquadra do Bairro Alto, o patrulhamento já era assegurado pelo CI nas madrugadas de sábado e domingo", referiu.

A violência da morte de Banu, baleado na Rua do Diário de Notícias depois de uma fuga a pé ao alegado autor do homicídio, levou o Departamento de Operações da Direcção Nacional a ponderar novas modalidades de patrulha.

Ao CI juntar-se-ão agentes de investigação criminal - que ajudarão, dentro das suas competências, na recolha de informações que permitam auxiliar a PJ na investigação.A ordem pública será mantida também por equipas de Intervenção Rápida, posicionadas junto às zonas de bares.

Ontem ainda não tinha sido detido o autor do crime, disse ao CM fonte da PJ. A família de Banu manteve-se ontem em casa, na Amadora, e não quis prestar declarações.

PORMENORES

CORRECÇÃO

Por lamentável erro, o CM identificou ontem o superintendente-chefe Guedes da Silva como sendo comandante da PSP de Lisboa. Na verdade, o cargo é exercido actualmente pelo superintendente-chefe Jorge Filipe Barreira. Aos visados e aos leitores, apresentamos as nossas desculpas.

SUSPEITO AINDA A MONTE

A PSP de Lisboa deteve na madrugada de ontem dois indivíduos ensanguentados. Mas os indivíduos, que se meteram numa zaragata, nada têm a ver com o alegado autor do homicídio de Banu. Fonte da PJ garante que não houve detenções.

Ver comentários