Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

PSP trava "maior rede"de tráfico de droga que abastecia Lisboa

Foi apreendida uma tonelada de haxixe, avaliada em cerca de três milhões de euros.
Diogo Silva e Ana Maria Ribeiro 18 de Outubro de 2020 às 09:18
Droga apreendida
Droga apreendida
Suspeitos apanhados ao chegarem à Ponte 25 de Abril
Droga apreendida
Droga apreendida
Suspeitos apanhados ao chegarem à Ponte 25 de Abril
Droga apreendida
Droga apreendida
Suspeitos apanhados ao chegarem à Ponte 25 de Abril
Uma megaoperação da PSP de Lisboa terminou com o desmantelamento da "maior organização de tráfico de droga de Lisboa" e a apreensão de três milhões de euros em haxixe. O golpe final deu-se quinta-feira no acesso à ponte de 25 de Abril, sentido Sul-Norte, tal como o CM noticiou, quando as autoridades apareceram de todos os lados de arma em punho e retiraram os traficantes à força dos veículos.

Os suspeitos seguiam em três viaturas e eram vigiados pela PSP desde o início da viagem, iniciada no sul do País. Foi já na A2 que se aperceberam de que estavam a ser observados. Em desespero e conscientes que não teriam escapatória, lançaram "30 fardos de droga" pela janela dos carros. Quando chegaram à ponte 25 de Abril, a Polícia capturou três suspeitos e apreendeu uma tonelada de haxixe. Não resistiram à detenção.

No decorrer de três anos de investigação, já tinham sido capturados 10 quilos de heroína e 50 quilos de haxixe, que permitiram às autoridades "chegar ao principal traficante", afirmou este sábado João Prisciliano, comandante da 2ª esquadra de investigação criminal.
‘Nómada’ foi o nome dado à operação, através da qual foram ainda apreendidos 350 mil euros em dinheiro, três carros de alta cilindrada e bens avaliados em 250 mil euros, além de um revólver. No total, quinta-feira foram detidos cinco homens e uma mulher, entre os 22 e os 38 anos.

Três ficaram este sábado em prisão preventiva e os outros três saíram em liberdade, proibidos de contactarem entre si. Dois homens já tinham sido apanhados anteriormente, no decurso desta investigação, e estão a cumprir pena por tráfico de droga.

Ao que o Correio da Manhã apurou junto da PSP, a droga tem origem no continente africano.
PSP Lisboa Sul-Norte crime lei e justiça polícia questões sociais dependência política autoridades locais
Ver comentários