Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

PSP trava motim de migrantes marroquinos que estavam retidos no aeroporto do Porto

Decisão do juiz motivou a revolta do grupo.
Paulo Jorge Duarte 14 de Agosto de 2020 às 00:37
Aeroporto do Porto
Aeroporto do Porto FOTO: CMTV
A PSP travou esta quinta-feira um motim dos 11 migrantes marroquinos que se encontram retidos no Aeroporto Sá Carneiro, no Porto. O grupo foi detido após ter causado estragos avultados no Centro de Instalação Temporária. 

Na origem da revolta estará a decisão do juiz de prolongar a retenção dos migrantes por mais 30 dias. O motim levou mesmo à mobilização do Corpo de Intervenção da Unidade Especial de Polícia. 


Recorde-se que o grupo foi ali colocado pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), a aguardar a decisão final sobre o processo de pedido de asilo humanitário que fizeram ao Estado português. 

Ao que o CM apurou, estes migrantes pertencem ao grupo que foi interceptado no passado dia 15 de junho pela Polícia Marítima, numa praia de Loulé, quando tentava entrar ilegalmente em território português.

PSP Porto Aeroporto Sá Carneiro Centro de Instalação Temporária política migrações
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)