Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante faça LOGIN Assine Já

Pulseiras eletrónicas para vigiar 1450 agressores

Aumentaram medidas alternativas à prisão para os crimes de violência doméstica, incluindo contra menores, face a 2020.
Miguel Curado 19 de Abril de 2022 às 01:30
Exclusivos
Vigiados por pulseira eletrónica podem estar a aguardar acusação, julgamento ou a cumprir medida de coação de afastamento das vítimas
Vigiados por pulseira eletrónica podem estar a aguardar acusação, julgamento ou a cumprir medida de coação de afastamento das vítimas FOTO: Getty Images
Um total de 1405 pessoas estavam, no final de 2021, a aguardar acusação e julgamento por crimes de violência doméstica ou sob vigilância para impedir contactos com vítimas em regimes alternativos à prisão (como a vigilância eletrónica através de pulseira). O balanço é da Direção-Geral da Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP), através do qual se pode concluir um aumento face a 2020 (quando 1158 pessoas estavam em igual situação).



Ver comentários
Hoje nas bancas
Capa do Dia
A primeira página do Correio da Manhã e o acesso ao e-paper Ver todas as
primeiras páginas

Clube CM+ Conheça todas as vantagens e produtos exclusivos para os assinantes do Correio da Manhã

Ganhe convites para ROCK DOG 3 – Ao Ritmo da Música

Ver Mais

Fique a conhecer Stephen Hawking e Alan Turing, grandes inovadores que marcaram os séculos XX e XXI. Faça já download do 15º volume de "30 Figuras Inspiradoras do Nosso Tempo".

Ver Mais

Fique a conhecer Muhammad Yunus e Beatriz Ângelo, o empreendedor e a ativista que marcaram os séculos XIX e XX. Faça já download do 14º volume de "30 Figuras Inspiradoras do Nosso Tempo".

Ver Mais

Jogo à Descoberta de Portugal: o presente de Natal perfeito para os mais pequenos.

Ver Mais