Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Punida rede que extorquia imigrantes em Torres Vedras e Coimbra

No âmbito deste processo, seis empresas foram condenadas a multas, num total de 350 mil euros.
Cláudia Machado 8 de Janeiro de 2021 às 08:27
Trabalhadores eram explorados
Trabalhadores eram explorados FOTO: NUNO VEIGA/lusa
Dois homens, que integravam uma organização criminosa investigada pelo SEF em 2019, foram agora condenados a sete e a cinco anos e meio de prisão efetiva por crimes de auxílio à imigração ilegal, angariação de mão de obra ilegal e utilização de mão de obra ilegal ou extorsão. Um terceiro membro da rede apanhou uma pena de dois anos, também efetiva, decidida pelo Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa Norte.

A operação do SEF, denominada Estufa Fria, apurou que os arguidos se dedicavam a transportar para Portugal cidadãos do Leste europeu, de forma ilegal, para trabalharem em explorações agrícolas de Torres Vedras e de Coimbra. No âmbito deste processo, seis empresas foram condenadas a multas, num total de 350 mil euros.
Torres Vedras Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa Norte Coimbra SEF crime lei e justiça crime organizado
Ver comentários