Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

QUATRO INCIDENTES NO METRO

O Metropolitano de Lisboa admitiu, ontem, a ocorrência de quatro incidentes durante a fase experimental do sistema de acesso às estações, que considerou normais, recusando que o sistema seja inseguro para os utentes.
16 de Setembro de 2002 às 22:41
"A experiência de fecho da rede arrancou com 38 canais de controlo de acesso (entradas e saídas) e houve apenas quatro incidentes em dezenas de milhares de passagens", disse à Lusa a administradora Regina Ferreira.

"Não existe qualquer problema de segurança", frisou. As portas, adiantou, "nunca fecham totalmente. Existe sempre uma margem de 13 centímetros", garantiu esta responsável.

O sistema de fecho da rede, que vai obrigar os utentes do Metro a usar bilhetes magnéticos ou o cartão Lisboa Viva (equivalente ao passe) para atravessar os canais de acesso, esteve em fase de utilização experimental entre o início de Julho e 13 de Agosto.

Nesse dia, a administração do Metropolitano decidiu suspender a experiência depois de uma criança ter ficado entalada entre as portas do canal de acesso, o quarto incidente do género a registar-se durante a fase de testes.

Regina Ferreira desvalorizou o sucedido e sublinhou que os incidentes ocorreram devido à falta de familiarização dos utentes com o novo sistema.
Ver comentários