Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Quatro mil crianças obtêm nacionalidade portuguesa

Mais de quatro mil filhos de imigrantes já obtiveram a nacionalidade portuguesa por terem concluído o primeiro ciclo do ensino básico, ao abrigo da nova lei.
27 de Novembro de 2008 às 17:05
Pedro Silva Pereira, ministro da Presidência
Pedro Silva Pereira, ministro da Presidência FOTO: d.r.

O número foi avançado pelo ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, que considerou que se trata de “um indicador de permanência estável, de ligação ao país, de domínio da língua, incentivador do sucesso e da integração escolar”, fundamental para o êxito da sua integração social e futura inserção no mercado de trabalho.

Na abertura do seminário “Jovens Imigrantes, Educação e Mercado de Trabalho” patrocinado pela Comissão Europeia, o governante destacou as novas leis da nacionalidade e da imigração, sustentando que foram “duas iniciativas políticas recentes de grande ambição destinadas a apoiar a integração social dos imigrantes e que congregaram grande consenso social e político no país.

Na sua perspectiva, Silva Pereira defendeu que o sucesso escolar é uma condição importante para a integração dos imigrantes no mercado de trabalho e para combater a info-exclusão.

A nova lei da nacionalidade permite às crianças que completam o primeiro ciclo do ensino básico obterem a nacionalidade portuguesa, independentemente da situação dos pais.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)