Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Queda de pedra paralisa linha do Douro

A queda de uma pedra de grande porte na linha do Douro, entre a Régua e Pinhão, levou à suspensão da circulação ferroviária. No entanto, fonte da REFER garantiu que o transporte dos passageiros está a ser assegurado por autocarros.
27 de Fevereiro de 2010 às 15:05
Circulação está interrompida na linha do Douro
Circulação está interrompida na linha do Douro FOTO: d.r.

Durante a manhã caíram algumas pedras na linha, entre as estações da Régua e Covelinhas, mas a circulação manteve-se até ao meio-dia, quando uma pedra de grande porte caiu em cima  da linha, a cerca de 900 metros do apeadeiro de Bagaúste, provocando danos na via.  

De acordo com a mesma fonte da REFER, será necessário recorrer a dinamite para partir e remover a pedra, esperando-se que a circulação volte ao normal ainda durante o dia de hoje.

Por agora, a linha mantém-se aberta apenas entre Ermesinde e Peso da Régua.

O troço entre o Tua e o Pocinho ainda se encontra cortado devido a uma  grande derrocada de terras que obstruiu por completo e danificou entre vinte  e trinta metros de linha.

Até ao final de Março e após trabalhos de estabilização do talude, a  REFER prevê reabrir o troço à exploração com restrições de velocidade, que serão eliminadas no final de Setembro, com a conclusão da empreitada, sendo que a reparação do troço terá um custo total de 1,15 milhões de euros.

Desde Novembro, esta é já a terceira vez que a circulação ferroviária  no Douro é afectada pelo mau tempo e consequente queda de barreiras na linha.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)