Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Queima altar de igreja para se vingar do padre

“Inimputável perigoso” queimou cinco litros de gasolina em templo de Ponte de Lima.
Nelson Rodrigues 28 de Janeiro de 2017 às 08:18
Arguido estava zangado com o sacerdote da paróquia de Vitorino de Piães, em Ponte de Lima
Arguido estava zangado com o sacerdote da paróquia de Vitorino de Piães, em Ponte de Lima
Arguido estava zangado com o sacerdote da paróquia de Vitorino de Piães, em Ponte de Lima
Arguido estava zangado com o sacerdote da paróquia de Vitorino de Piães, em Ponte de Lima
Arguido estava zangado com o sacerdote da paróquia de Vitorino de Piães, em Ponte de Lima
Arguido estava zangado com o sacerdote da paróquia de Vitorino de Piães, em Ponte de Lima
Derramou cinco litros de gasolina no altar-mor da igreja de Vitorino de Piães, em Ponte de Lima, assim como em todo o mobiliário e imagens religiosas. Depois ateou fogo ao interior do templo. As chamas destruíram parte do recheio e provocaram estragos cujo valor ascende aos 50 mil euros. O autor do incêndio, de 37 anos, foi declarado inimputável e sujeito a internamento, cuja duração mínima é de três anos e a máxima de 10.

O caso ocorreu na tarde de 27 de junho de 2015, altura em que o arguido se dirigiu à igreja com o objetivo de a incendiar. Em causa esteve uma discussão com o padre, que se tinha recusado em passar-lhe um documento que atestava a sua profissão de fé ao catolicismo.

O arguido respondeu pelo crime de incêndio e o Tribunal de Viana do Castelo, no acórdão de julho do ano passado, tinha-o declarado como "inimputável e perigoso". Foi, por isso, decretado o seu internamento num estabelecimento de segurança, por um período entre os três e os 10 anos. Esta decisão foi agora integralmente confirmada pelo Tribunal da Relação de Guimarães.

Na altura dos factos, foi uma freira que vive junto à igreja quem deu o alerta. Alguns fiéis foram de imediato para as imediações do templo e ainda viram o homem a fugir. Mais tarde seria preso pela PJ de Braga. O homem já tinha cadastro por fogo posto. As chamas só não destruíram todo o interior da igreja devido à rápida intervenção dos bombeiros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)