Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Queixa de juiz Carlos Alexandre abre processo-crime

O Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) vai instaurar um processo crime contra desconhecidos por violação de Justiça no seguimento de uma queixa do juiz Carlos Alexandre, após notícias publicadas em Angola.
16 de Abril de 2012 às 14:03
Carlos Alexandre enviou para o DCIAP cópias de notícias, que o acusavam de perseguir o investimento angolano em Portugal.
Carlos Alexandre enviou para o DCIAP cópias de notícias, que o acusavam de perseguir o investimento angolano em Portugal. FOTO: Pedro Catarino / Correio Manhã

Segundo informação do DCIAP, o departamento dirigido por Cândida Almeida decidiu instaurar o processo "após leitura e análise cuidadas do conteúdo dos textos jornalísticos" que o juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), Carlos Alexandre remeteu.

O jornal "i" noticia esta segunda-feira que o DCIAP decidiu abrir inquérito por violação de segredo de justiça a propósito de notícias de jornais angolanos sobre investigações a crimes económico-financeiros que decorrem naquele departamento contra empresários angolanos e portugueses.

Carlos Alexandre enviou para o DCIAP cópias dessas notícias, que o acusavam de perseguir o investimento angolano em Portugal.

Recentemente, o juiz do TCIC ordenou buscas a empresas de capital misto e aos seus gestores por suspeitas de branqueamento de capitais. O presidente do BES angola (BESA) foi constituído arguido.

Carlos Alexandre BES Angola
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)