Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Quinta do Conde exige novo Centro de Saúde

Mais de uma centena de utentes do Centro de Saúde da Quinta do Conde, Sesimbra, reuniu-se, na manhã deste sábado, para continuar a reivindicar algumas medidas que dizem respeito ao sistema de saúde daquela população.



23 de Maio de 2009 às 13:33
Dezenas protestaram contra a falta do Centro de Saúde
Dezenas protestaram contra a falta do Centro de Saúde FOTO: Sérgio Lemos

Vítor Antunes, da Associação dos Utentes dos Serviços Públicos de Saúde da Quinta do Conde, dá voz aos protestos que duram há dez anos e exige o “início imediato” das obras do novo Centro de Saúde. Segundo a associação, a população crescente da Quinta do Conde está a receber cuidados de saúde num “pré-fabricado com 27anos e sem  capacidade para receber mais profissionais”. A unidade funciona apenas com quatro médicos, número que deverá ser reduzido nos próximos meses, devido a reforma de uma das médicas. A população fala em “três meses de espera para consulta nos casos de doentes sem médico de família”. Vítor Antunes não esquece “promessas por cumprir” e diz que, uma vez que a obra foi adjudicada há seis meses e o Tribunal de Contas já emitiu o visto que faltava, “não há motivo para que os trabalhos não arranquem”.

Paralelamente existem “reivindicações acessórias”, tais como o reforço do actual corpo médico e a “definição do perfil do novo Hospital Seixal Sesimbra”.

A esta luta juntaram-se Joaquim Judas, presidente  da Assembleia Municipal do Seixal e Augusto Pólvora, presidente da Câmara Municipal de Sesimbra. O autarca afirma que esta é “uma questão de vontade política” e que não entende o atraso das obras quando “o Governo reforçou a importância deste tipo de investimentos para superar a crise”.

A Comissão de Utentes vai agora enviar uma moção às “entidades responsáveis” para reforçar as exigências da população, e agendou nova reunião para daqui a quatro semanas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)