Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Rapaz atingido a tiro e deixado pela família

Jovem de 15 anos baleado na virilha. Mãe e irmão deixaram-no ensanguentado à porta de casa
23 de Agosto de 2011 às 00:30
jovem, baleado, família, lisboa
jovem, baleado, família, lisboa FOTO: Ilustração de Ricardo Cabral

Baleado e deixado a sangrar à porta de casa, um rapaz de 15 anos está internado no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, à espera que lhe retirem a bala, de calibre 9mm, alojada na zona da virilha. Mãe e irmão mais velho, que vivem com a vítima na rua Manuel António Gomes, no Lumiar, em Lisboa, fugiram de casa e não mais foram vistos. A Polícia Judiciária já está a investigar o caso.

Segundo o relato dos vizinhos às autoridades, a agressão violenta deu-se dentro da casa, tendo o estrondo alertado os outros residente do prédio. De acordo com fonte policial, a mãe alertou o INEM pouco tempo após o disparo. A vítima foi estabilizada, mas, devido à gravidade dos ferimentos, teve de ser encaminhada para o Hospital de Santa Maria, onde permanece internado. À hora de fecho da edição o seu estado inspirava cuidados, mas não corria risco de vida.

As autoridades investigam agora onde estão a mãe e o irmão mais velho da vítima, que não mais foram vistos na sua residência. A PSP e a Judiciária mantêm-se em alerta.

ACCIONADOS SERVIÇOS DE ACÇÃO SOCIAL

Com a mãe e o irmão mais velho em parte incerta, a Segurança Social foi de imediato alertada para o sucedido. Desconhece-se, para já, o que terá levado os familiares do jovem baleado a fugir do local. Certo é que quando receber alta do hospital de Santa Maria, onde se encontra internado, será a Segurança Social a tomar conta da situação. Ao que o CM apurou junto de fonte policial, o pai do jovem já foi informado. Às autoridades, os vizinhos disseram que na noite em que foi disparado o tiro não foi ouvida qualquer discussão em casa, pelo que nada levava a a crer tal desfecho. Uma patrulha da PSP esteve no local, mas a investigação transitou para a Polícia Judiciária, cuja prioridade é, agora, a de tentar localizar o autor do disparo.

EQUIPA DE CIRURGIA NÃO CONSEGUE REMOVER A BALA

Quando o jovem deu entrada no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, foi assistido no Serviço de Observações até ser encaminhado para o bloco operatório. Contudo, numa primeira tentativa, a equipa médica não conseguiu retirar o projéctil – localizado na zona de virilha.

O rapaz foi, então, encaminhado para a Unidade de Cirurgia Vascular, onde aguarda nova intervenção cirúrgica para remover a bala.

O CM contactou o hospital para esclarecer a situação clínica do jovem, mas tal foi negado com a justificação de que o caso está ainda a ser investigado.

Ao que o CM apurou junto de fonte policial, o jovem não tem recebido visitas. 

jovem baleado família lisboa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)