Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Rapaz no crime leva a mãe ao desespero

A mãe de um rapaz de quinze anos que está envolvido em mais de 30 assaltos na região das Caldas da Rainha diz ao CM estar "desesperada" – à procura que o filho "seja colocado numa instituição de reinserção social, que consiga reabilitá- lo" antes de atingir a idade em que poderá ser preso, os 16 anos.
24 de Junho de 2012 às 01:00
A mãe quer que menor seja internado numa casa de correcção para assim evitar a cadeia
A mãe quer que menor seja internado numa casa de correcção para assim evitar a cadeia FOTO: Carlos Barroso

Está indiciado pela participação em furtos de viaturas, assaltos e ameaças a menores, furto de cartão multibanco e levantamento indevido de dinheiro, condução sem carta, fuga às autoridades, entre outros delitos, que foram praticados desde Novembro do 2011, altura em que o menor se mudou com a mãe de Lisboa para as Caldas da Rainha.

"Conheceu um gang de jovens com mais de 16 anos e começou a andar com eles, passando dias fora de casa, onde só vai para ver se arranja cigarros e dinheiro. Grita e ofende-me. Eu fecho-o em casa, mas ele salta do primeiro andar e vai ter com os outros, que o controlam. Passou a consumir haxixe e anda com uma navalha", conta a mãe, Irene V., de 45 anos, desempregada.

"Quero salvá-lo da prisão. A partir de 10 de Julho, quando fizer 16 anos, já pode ser preso. Tem 30 processos, mas à medida que os dias passam, vai arranjando mais. Várias vezes é alvo da justiça popular, apanham-no e batem-lhe", diz a mãe. A mulher pede "desculpa à população pelos furtos" do filho – e apela às instâncias judiciais para darem uma resolução rápida ao caso.

menor processos crime mãe caldas da rainha correcção casa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)