Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

RATOS SÃO PITÉU

Dizem os seus vizinhos, em jeito de crítica, que os chineses “comem tudo o que tenha pernas e asas, excepto mesas e aviões”. Se é certo que tal afirmação não é uma verdade absoluta, certo é que muitas são as surpresas gastronómicas que chegam do Império do Meio e de outras comunidades chinesas.
6 de Janeiro de 2003 às 00:00
Desta vez a grande moda chega de Taiwan: uma dieta rica em testículos de ratos (e outros roedores) parece ser remédio garantido contra a infertilidade masculina. Pelo menos, visto não existirem provas científicas que atestem a veracidade do facto, é o que garante Hsueh Ting-fu, operário da construção civil, que num programa de televisão ter curado a sua infertilidade – foi pai recentemente – à custa de uma dieta à base de testículos de ratos.

Da mesa de Hsueh aos restaurates foi um instante e hoje é raro o restaurante de Taiwan que não inclui na ementa um prato de ‘túbaros de rato’ apresentado como a cura para combater a infertilidade masculina.

Quanto a Hsueh, a quem se deve a moda, este afirmou ter perdido a esperança de ter filho depois de anos de consultas com vários especialistas até um amigo lhe desvendar o segredo para potenciar a virilidade e a fertilidade: o sémen de rato. Sem nada a perder, Hsueh Ting-fu consumiu um total de seis quilogramas de testículos de rato que, segundo o próprio, foram os responsáveis pelo nascimento, há um mês, do seu primeiro filho.

Hsueh Ting-fu lançou uma campanha para ajudar outros casais com problemas de fertilidade e os resultados não tardaram: quatro casais com problemas de infertilidade conseguiram conceber após consumirem esta ‘iguaria’ .

A descoberta, sobre a qual nenhum cientista se pronunciou, foi anunciada num país onde a infertilidade é elevada pelo que os taiwaneses consomem diversos produtos para a combater, caso dos testículos de outros animais e pratos onde misturam abelhas e gafanhotos fritos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)