Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Rebanho na auto-estrada provoca vários acidentes

O mistério envolve ainda o atropelamento de cinco pessoas na madrugada de ontem na A2, no sentido Norte-Sul, sensivelmente em frente ao Fórum Almada: por um lado a origem de cerca de dez caprinos e ovinos no meio da via, pelo outro o número e identidade das viaturas que atropelaram os condutores do carro que chocou com o gado e de outras viaturas que ajudavam no controlo da situação.
19 de Janeiro de 2007 às 00:00
Rebanho na auto-estrada provoca vários acidentes
Rebanho na auto-estrada provoca vários acidentes
O acidente ocorreu cerca das 04h20, ao quilómetro 6,9. Ao que tudo indica uma viatura de caixa aberta que transportava ilegalmente cabras, borregos e ovelhas deixou cair cerca de uma dezena de animais na via, continuando a sua marcha.
Pouco depois, um veículo colidiu com “dois ou três animais”. Na sequência deste acidente, outros condutores, de quatro a cinco viaturas, pararam para ajudar, auxiliados pelos passageiros dos veículos. Ao todo cinco pessoas na estrada, com os coletes reflectores vestidos. No entanto, isso não impediu que um ou dois outros veículos tenham atropelado estas pessoas – causando três feridos graves e dois ligeiros – e se tenham posto em fuga.
Os feridos graves chegaram ao Hospital Garcia de Orta a partir das 07h50. O primeiro foi um idoso de 76 anos com uma fractura exposta no pé e que foi operado. Às 08h15 deu entrada uma segunda vítima, com um homem de 31 anos, com fractura do perónio e rotura da bexiga, que se encontra internado, mas em estado estável.
Uma terceira vítima, o caso mais grave, deu entrada pelas 09h50: um homem de 33 anos com várias fracturas nas pernas, grandes hemorragias e em estado de choque. Segundo uma fonte da administração daquela unidade hospitalar, ontem ao final da tarde o ferido mantinha-se nos Cuidados Intensivos, em estado de choque.
O responsável do Destacamento de Coina da Brigada de Trânsito da GNR, tenente Amorim, disse ao nosso jornal que não estava apurado porque os animais estavam na via, admitindo como mais provável que tivessem caído de algum veículo de transporte de gado. Por seu lado, o porta-voz da Brisa, Franco Caruso, descartou que os referidos animais estivessem em pastorícia nas imediações da auto-estrada, referindo ainda que os próprios bichos estão ilegais, sem qualquer registo ou marcação. “Só assim se entende que o condutor do veículo que os transportava não tenha tentado recuperá-los, nem informado a Brisa do incidente”, acrescentou.
O acidente provocou o corte da via por cerca de duas horas, entre as 04h50 e as 06h40.
OVELHAS TRESMALHADAS DESAPARECEM
A origem dos animais tresmalhados na A2 está a ser alvo de investigação por parte das autoridades policiais, que também procuram saber quantos carros ao certo atropelaram as pessoas que afugentavam os ovinos e caprinos para evitar mais acidentes.
O mais provável é que tenham caído de um veículo de transporte de gado vivo que, no entanto, seria feito de forma ilegal e sem condições de segurança.
A Brigada de Trânsito da Guarda Nacional Republicana admite também a possibilidade de terem sido dois os veículos a atropelar estas pessoas, apesar de elas envergarem os coletes reflectores de uso obrigatório em acidentes na via pública, e a porem-se em fuga. Na ocasião do acidente, além de ser ainda escuro, registava-se alguma neblina, embora as condições de visibilidade fossem consideradas razoáveis.
Entretanto, o resto das ovelhas e cabras fugiram e até ontem ao final da tarde ninguém sabia do paradeiro desses animais, apesar de supostamente a auto-estrada ter barreiras anti-intrusão que, neste caso, evitariam a fuga dos ovinos e caprinos para os terrenos circundantes.
O núcleo de investigação criminal da BT-GNR continua as averiguações, com vista à identificação dos responsáveis.
PORMENORES
COLETES
As cinco pessoas atropeladas, por um ou dois carros, envergavam os coletes reflectores, obrigatórios por lei nos trâmites na estrada depois da ocorrência de um acidente. Apesar disso não escaparam a ser colhidas pelos veículos, que se puseram em fuga.
ILEGAIS
Ao que tudo indica quer os animais, cerca de uma dezena de caprinos e ovinos, quer o seu transporte serão ilegais, o que explica não terem sido recolhidos nem o incidente comunicado aos serviços de assistência da concessionária da A2.
FERIDO
O ferido em estado mais grave é um homem de 33 anos com ferimentos múltiplos nas pernas e perda de grande quantidade de sangue, que chegou ao Hospital Garcia de Orta, Almada, em estado de choque, que se mantinha na tarde de ontem.
COLISÃO NA PONTE FAZ DOIS FERIDOS GRAVES
Dois feridos graves foi o resultado de um acidente no tabuleiro de acesso à Ponte 25 de Abril, em Lisboa, ontem pelas 12h45.
Segundo fonte da PSP, houve uma primeira colisão, no sentido Norte-Sul, em que um pesado embateu num veículo ligeiro. Com o impacto da pancada o referido veículo galgou o separador central e foi colidir frontalmente com outro ligeiro que circulava no sentido oposto.
Os feridos, em estado grave e depois de assistidos por uma equipa médica do INEM, foram levados para o Hospital de S. Francisco Xavier.
O trânsito este cortado em ambos os sentidos, a partir das 12h50. Quinze minutos depois a Polícia começou a abrir gradualmente as vias, começando pelas do sentido Norte-Sul. A situação ficou restabelecida pelas 13h58.
JUDICIÁRIA INVESTIGA ATROPELAMENTO E FUGA
Um reformado foi atropelado mortalmente anteontem à noite em Arrifana, Feira, por um automobilista que se pôs em fuga deixando-o prostrado na estrada. O corpo de Fernando de Jesus, de 60 anos, seria depois alvo do embate de outros veículos.
No local foram recolhidas várias peças de automóveis com vestígios de sangue – entre elas a de um Golf azul de paradeiro desconhecido – que são, neste momento, a pista seguida pela Polícia Judiciária do Porto. “Foi uma morte horrível e nem a um cão se faz isto”, diz a cunhada que transmite a revolta e indignação da família.
O alerta foi dado por um popular para os bombeiros de Arrifana, pelas 23h00, explicando que na estrada se encontrava “um homem atropelado e que vários carros lhe estavam a passar por cima”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)