Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

RECURSOS FAZEM SUBIR NOTAS DO 12º

Perto de seis mil exames registaram subidas de classificação, na sequência de pedido de reapreciação das provas do 12º ano. De acordo com o Júri Nacional de Exames, 64 por cento dos exames revistos sofreram uma subida de classificação. A maior percentagem de subidas verificou-se em Desenho e Geometria Descritiva B.
28 de Agosto de 2003 às 00:00
RECURSOS FAZEM SUBIR NOTAS DO 12º
RECURSOS FAZEM SUBIR NOTAS DO 12º FOTO: José Barradas
O Júri Nacional de Exames satisfez o pedido de revisão de 9714 provas da 1.ª Fase dos exames nacionais do Ensino Secundário, o que equivale a cerca de 2,6 por cento do total das realizadas(339 936), tendo-se verificado assim uma pequena descida relativamente a 2002 (2,8 por cento).
A disciplina com maior número de reapreciações foi a disciplina de Português B (1510), logo seguida de Matemática (1355) e de Biologia (1185).
Das provas reapreciadas, 919 sofreram uma descida de classificação, enquanto 5726 registaram uma subida de notas, mantendo as restantes a primeira classificação atribuída.
DESENHO SUBIU MAIS
Ou seja, para a grande maioria dos alunos valeu a pena pedir recurso. E sobretudo para os estudantes que realizaram o exame de Desenho e Geometria Descritiva B, uma vez que 80 por cento das notas tiveram uma rectificação para cima.
Em contrapartida, alguns estudantes de Geologia deverão ter-se arrependido, já que esta disciplina foi a que apresentou maior percentagem de descidas (16,3 por cento).
Quanto ao facto do número total de subidas de classificação ser elevado, ou seja 64,9 por cento do total de revisões feitas, o Júri considera que “a eventualidade de uma prova subir no processo de reapreciação é por si só bastante provável”. Por outro lado, nota que há sempre “um certo grau de subjectividade na interpretação dos critérios de correcção”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)