Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Rede trazia 4 quilos de heroína por mês

A rotina entre o grupo de traficantes estava tão bem afinada que bastava um telefonema a dizer "vem janota" para desencadear mais uma transacção. A droga, proveniente da Holanda, saía da Amadora e passava de mão em mão até chegar aos consumidores da Grande Lisboa, Alcobaça, Leiria, Marinha Grande e Nazaré. Por mês, eram escoados mais de quatro quilos de heroína.
7 de Junho de 2009 às 00:30
Polícia apreendeu ao grupo sete quilos de heroína, 35 mil euros em dinheiro, ouro e armas
Polícia apreendeu ao grupo sete quilos de heroína, 35 mil euros em dinheiro, ouro e armas FOTO: Carlos Ferreira

Desmantelada em Maio do ano passado, numa operação da PSP de Leiria que levou à apreensão de sete quilos de heroína, a rede acaba de ser acusada pelo Ministério Público. Foram constituídos 25 arguidos, que respondem por crimes de associação criminosa, tráfico de estupefacientes e posse de arma proibida.

Segundo a Acusação, a que o CM teve acesso, o negócio desenvolvia-se em pirâmide e assentava em três grupos principais. No topo estavam um cabo-verdiano de 48 anos, o filho, de 28, e a nora, de 25, que recebiam perto de quatro quilos de heroína por mês, directamente da Holanda, de forma não apurada pela investigação.

Ao segundo grupo, encabeçado por outro cabo-verdiano, de 51 anos, competia iniciar o escoamento do produto. O líder contava com a ajuda da companheira e da enteada. Os restantes 17 arguidos, segundo o MP de Leiria, iam comprar a droga à saída da Cova da Moura e vendiam-na aos consumidores. Um dos arguidos chegou a traficar em casa, em frente à esquadra da PSP da Marinha Grande.

Durante as investigações foi apreendida uma elevada quantidade de droga. "A PSP fez um trabalho brilhante neste processo", disse fonte judicial ao CM. Além dos sete quilos de droga, apreendeu 35 mil euros em dinheiro e dezenas de peças em ouro.

O Ministério Público considerou o processo de especial complexidade, o que se pode comprovar pelo facto de já existirem 16 volumes e 20 apensos. O processo está agora na fase de debate instrutório.

PORMENORES

SEIS EM PREVENTIVA

Seis dos principais arguidos estão em prisão preventiva. Alguns têm antecedentes por tráfico de droga e estão desempregados.

JULGAMENTO SEM DATA

O processo ainda não tem data marcada para julgamento, no Tribunal de Leiria.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)