Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

"Reflita e mostre arrependimento"

Francisco Borda D’Água foi condenado a 23 anos por matar advogada da ex-mulher.
Pedro Galego 12 de Maio de 2015 às 09:32
Francisco Borda D’Água foi condenado a 23 anos de prisão
Francisco Borda D’Água foi condenado a 23 anos de prisão FOTO: Hugo Rainho
"Esta queria lixar-me a vida, mas já a matei." Foram estas as palavras de Francisco Borda D’Água, de 55 anos, ao ser detido após espancar até à morte Natália de Sousa, advogada da ex-mulher, no escritório da vítima, em Estremoz, em maio do ano passado. Tudo porque não queria pagar a pensão de alimentos. Ontem, foi condenado a 23 anos de prisão. Vai pagar mais de 180 mil euros de indemnização ao marido e ao filho da vítima.

"Estamos perante um crime muito grave. Espero que o arguido possa refletir sobre a gravidade dos factos e mostrar algum arrependimento, coisa que nunca fez ao longo do julgamento", disse a juíza-presidente do coletivo, Rita Coucelo, na leitura do acórdão, no Tribunal de Évora.

"Há homicídios e homicídios"; este "é especialmente gravoso por se tratar de uma advogada" e porque Francisco Borda D’Água "praticou-o com as próprias mãos", disse a juíza.

Segundo o acórdão, Francisco Borda D’Água foi condenado por homicídio qualificado, por se tratar de uma advogada no exercício de funções; porque o "homicida atacou a vítima no escritório, impedindo-a de pedir socorro ou de defender-se, infligindo-lhe um número indeterminado de pancadas, com a cabeça contra o chão, de mosaico, consciente de que isso lhe provocaria a morte".

O marido e o filho de Natália de Sousa assistiram à sessão e saíram lavados em lágrimas, mas não quiseram prestar declarações. Já a defesa garantiu que vai recorrer, por considerar que se tratou de um crime de ofensas à integridade física, agravado.

As perícias médico-legais concluíram que o homicida tem personalidade egocêntrica e que não olha a meios. Segundo o tribunal, matar a advogada foi "a forma de resolver o problema" da pensão de alimentos.

Francisco Borda D’Água homicídio advogada ex-mulher
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)