Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Reformado do Exército colecciona 1700 presépios

Na casa de Fernando Canha da Silva, em Évora, os presépios estão omnipresentes. Pelas divisões, distribuem-se as 1700 representações do nascimento de Cristo, oriundas dos quatro cantos do Mundo e que colecciona há 35 anos.
23 de Dezembro de 2008 às 00:30
Fernando Canha da Silva colecciona presépios há 35 anos
Fernando Canha da Silva colecciona presépios há 35 anos FOTO: Nuno Veiga/Lusa

"Tenho muito próximo dos 1700 presépios", atira Canha da Silva, de 67 anos, major-general do Exército já reformado, que comprou o primeiro dos seus objectos de colecção em 1973, a um artesão de Estremoz.

Dois anos antes, o militar foi morar para Évora e, aí, aproveitou a tradição de artesanato da região, rica em trabalhos de barro, para a aliar ao seu próprio gosto pelos presépios.

"Sou católico, a minha mulher é católica e, na nossa infância, ajudávamos a fazer o presépio na igreja e em casa. Também gosto do trabalho dos artesãos, simples, mas que, de facto, nos dá grandes lições."

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)