Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Região do Algarve perto de gerar 4,6% do PIB nacional

Previsão com base na evolução atual do turismo e imobiliário.
João Mira Godinho 26 de Dezembro de 2017 às 08:38
Evolução do turismo é um dos principais fatores para o resultado
Evolução do turismo é um dos principais fatores para o resultado FOTO: Lusa
A economia regional deve vir a gerar 4,6% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. A previsão é de Francisco Serra, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, com base na "evolução atual das atividades imobiliárias e turísticas".

A confirmar-se a previsão, confirma-se o aumento de importância da economia algarvia no PIB. Segundo a CCDR, em 2016 o contributo da região tinha "evoluído de 4,39% para 4,49%". Os principais responsáveis por este bom desempenho são o comércio, os transportes, o alojamento e a restauração, avança a CCDR, referindo que estas atividades "representam 40% do Valor Acrescentado Bruto Regional".

Os dados foram apresentados ao Conselho de Coordenação Intersetorial, onde também foi feito um balanço da execução dos fundos comunitários do Algarve 2020.

Aprovadas 524 operações
Segundo Francisco Serra, que gere o Algarve 2020, até 18 de dezembro foram abertos 164 concursos e aprovadas 524 operações, no âmbito do programa operacional. A taxa de execução é de 9,45%.

Emprego aumenta
A região do Algarve registou o maior crescimento de emprego a nível nacional, em 2016, com uma subida de 4,6% em relação ao ano anterior. O PIB per capita na região atingiu os 18,8 mil euros - 81,2% da média europeia e apenas suplantado pela Área Metropolitana de Lisboa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)