Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Regras da Concordata adiam contas de Fátima

As contas do Santuário de Fátima relativas ao ano passado não foram apresentadas ontem aos peregrinos, ao contrário do que era habitual desde há seis anos, devido às alterações decorrentes da Nova Concordata. A divulgação foi adiada para a peregrinação de 13 de Julho.
14 de Junho de 2006 às 00:00
Desde 2000, por decisão do bispo D. Serafim, que a apresentação do resumo anual de contas era feita na peregrinação de 13 de Junho
Desde 2000, por decisão do bispo D. Serafim, que a apresentação do resumo anual de contas era feita na peregrinação de 13 de Junho FOTO: Carlos Ferreira
D. Serafim Ferreira e Silva, administrador apostólico da diocese de Leiria-Fátima não quis falar sobre o assunto, remetendo as explicações para um comunicado divulgado pelo Santuário de Fátima.
O documento refere que, em consequência das “implicações” da Nova Concordata, a estrutura administrativa do Santuário foi readaptada, por exemplo a nível informático, “com vista à satisfação das novas obrigações declarativas e de pagamento de impostos”.
O Santuário garante que as “novas obrigações fiscais” foram cumpridas atempadamente, mas as contas ainda não estão “devidamente auditadas” pela entidade externa responsável por essa função.
Assim, em nome do “rigor e prudência”, o Serviço de Administração entendeu como preferível apresentar as contas “com todo o rigor” na próxima peregrinação.
O resumo das contas do Santuário tem sido apresentado na peregrinação de Junho desde 2000, por decisão do bispo D. Serafim Ferreira e Silva, que ontem participou pela última vez nas celebrações como responsável máximo da diocese.
Assim, as contas relativas ao ano passado já serão divulgadas sob a orientação do novo bispo, D. António Marto, que tomará posse na Sé de Leiria, no próximo dia 25.
Ao contrário de D. Serafim Ferreira e Silva, o novo bispo contará com a ajuda de um Conselho Nacional para fazer a gestão do Santuário, que passará a ter carácter nacional, devido às alterações introduzidas nos seus estatutos na última assembleia da Conferência Episcopal. Este Conselho Nacional terá dois órgãos de gestão, que são o Conselho Pastoral e a Comissão de Gestão Económica e Financeira.”
'VOU TER MAIS TEMPO PARA PENSAR' (D. Serafim Ferreira e Silva, Administr. Apostólico de Leiria-Fátima)
CM – Foi a sua última peregrinação como responsável da diocese. Já tem saudades?
D. Serafim Ferreira e Silva – É natural e lógico que sim.
– Como vai ser a sua vida a partir de 25 de Junho, dia em que toma posse o novo bispo da diocese?
– Vou sentir-me mais livre, mais irmão. Vou ter mais tempo para pensar.
– Já começa a ter mais tempo livre...
– Olhe que não. Ainda tenho muitas actividades da minha responsabilidade pastoral marcadas até ao dia 25.
– Vai continuar por cá?
– Tenho um sonho de ser missionário por um ano. Se os médicos autorizarem, assim vai ser. Senão ficarei a residir no Santuário de Fátima.
– Os peregrinos perceberam que está de saída...
– Não sei se perceberam, porque não me vou embora. Continuo na mesma Igreja sem fronteiras, na diocese e neste Santuário da Cova da Iria.
– Mas como interpretou aquele aplauso? (D. Serafim pediu um minuto de silêncio para reflexão e os peregrinos responderam com palmas)
– Não sei. Nem todos sabem que a diocese vai ter um novo bispo, pois muitos são estrangeiros. Eu pedi um minuto de silêncio de reflexão e acho que isso provocou alguém que começou a bater palmas e todos, sem saberem porquê, aplaudiram também. Mas não teve uma intenção pessoal.
AS ÚLTIMAS CONTAS À VISTA
19 milhões de euros, foi o total dos proveitos obtidos pelo Santuário de Fátima em 2004.
9 milhões de euros em ofertas foram deixados nas caixas de esmolas durante 2004.
19 quilos de ouro, equivalente a 342 mil euros, são oferecidos todos os anos pelos peregrinos.
53 milhões de euros é quanto vai custar a nova Igreja da Santíssima Trindade, que será inaugurada em Outubro de 2007.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)