Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Regresso a casa fatal para jovens

Dois jovens morreram, ontem de madrugada, na sequência de violentos acidentes de viação, em Guimarães e Matosinhos.
9 de Outubro de 2011 às 01:00
Francisco Assis é descrito pelos amigos como “bem disposto” e “sempre pronto a ajudar os outros”. Mercedes que conduzia ficou destruído após bater em muro
Francisco Assis é descrito pelos amigos como “bem disposto” e “sempre pronto a ajudar os outros”. Mercedes que conduzia ficou destruído após bater em muro FOTO: Secundino Cunha

Francisco de Assis Ribeiro, de 27 anos, despistou-se e embateu num muro em Ronfe. Márcio Moreira, 31 anos e que seguia numa moto, sofreu uma colisão e foi projectado na Via Norte, em Leça do Balio. Assis, como era conhecido em Castelões, Famalicão, onde residia, tinha dado boleia a um casal amigo e regressava a casa quando, por volta das 06h00, não conseguiu segurar o Mercedes que conduzia e, numa curva da EN206, despistou-se. Embateu violentamente num muro, do outro lado da estrada O jovem teve morte imediata. Quanto ao casal, ele, que seguia ao lado do condutor, só sofreu escoriações ligeiras e ela, que viajava no banco de trás, teve ferimentos mais graves na bacia, mas não corre risco de vida.

Márcio Moreira seguia na sua motorizada, às 07h30, em direcção a Gemunde, Maia, depois de ter ido com os amigos a uma festa no Coliseu do Porto. Um Seat embateu na traseira da mota, projectando o motociclista. A vítima morreu no local. "Ele não morreu. Mataram-no", dizia, inconsolável, o pai, Armando Moreira. O condutor do carro, de 23 anos, residente no Porto, foi identificado na Divisão de Trânsito da PSP e submetido a teste de álcool, cujo resultado deu negativo.

GUIMARÃES MATOSINHOS ACIDENTE DESPISTE MORTE ÓBITO
Ver comentários