Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Regresso a Espanha de médicos

Os 13 centros de saúde do Alto Minho perderiam 23,6 por cento dos seus médicos se os clínicos espanhóis regressassem ao país de origem. Segundo o coordenador da Sub-Região de Saúde de Viana do Castelo, João Carneiro, nos 13 centros de saúde do distrito trabalham actualmente 242 médicos, 57 dos quais espanhóis.
29 de Dezembro de 2006 às 00:00
O Centro de Saúde de Paredes de Coura seria o que sofreria, segundo o responsável, “maior razia”, já que dos seus actuais dez médicos seis são espanhóis, o que corresponde a uma percentagem de 60 por cento.
As declarações de João Carneiro surgem na sequência da intenção do governo regional da Galiza que pretende reaver os médicos espanhóis que estão a trabalhar para Portugal, devido ao um défice de clínicos na região.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)