Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

'Rei Ghob' multado em 500 euros

O Tribunal de Peniche condenou, nesta terça-feira, Francisco Leitão, também conhecido por 'Rei Ghob', a pagar 500 euros de multa por crime de furto de uma máquina giratória, que afinal tinha vendido mas cuja receita não chegou a obter.
21 de Junho de 2011 às 13:44
Francisco Leitão acabou por apresentar queixa contra desconhecidos por furto da máquina na GNR de Peniche, em vez de se dar como vítima de um crime de burla qualificada
Francisco Leitão acabou por apresentar queixa contra desconhecidos por furto da máquina na GNR de Peniche, em vez de se dar como vítima de um crime de burla qualificada FOTO: Mariline Alves

Apesar de ter efectuado uma alteração não substancial dos factos, a juíza Vanda Miguel, que presidiu ao coletivo de juízes, concluiu que "o arguido  distorceu os factos".  

O tribunal deu como provado que, em Janeiro de 2009, Francisco Leitão decidiu vender uma máquina giratória por 15 mil euros a outro homem, que  lhe pagou com um cheque que, mais tarde, veio a verificar que não tinha cobertura bancária e cuja assinatura tinha sido falsificada.  

Francisco Leitão acabou por apresentar queixa contra desconhecidos por furto da máquina na GNR de Peniche, em vez de se dar como vítima de um crime de burla qualificada.  

A presidente do coletivo de juízes lembrou que, na denúncia feita na GNR, o sucateiro alegou que a máquina teria sido furtada entre as "13h10 do dia 10 de Janeiro de 2009 e as 23h40 do dia 19 de Fevereiro de 2009", altura em que esteve ausente do país, uma vez que o portão da sua propriedade  tinha um fecho artesanal, de fácil abertura.  

Para o tribunal, o arguido "podia não saber se era furto ou burla, mas sabia que os factos que estava a relatar eram falsos", pelo que "a máquina  não desapareceu mas tinha sido levada da sua propriedade na sequência de um negócio".  

Assim, acabou condenado a cem dias de multa, à taxa de cinco euros por dia.  

À saída do tribunal, o advogado de Francisco Leitão disse aos jornalistas que não vai recorrer da decisão, que considerou "bem sustentada", adiantando que o tribunal "fez justiça" sem se deixar influenciar por outros processos, como o do alegado triplo homicídio, à ordem do qual o arguido se encontra em prisão preventiva.  

Fernando Carvalhal anunciou que já apresentou queixa-crime por burla qualificada contra o até aqui considerado comprador da máquina giratória. 

rei ghob multa furto roubo burla francisco leitão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)