Relação confirma prisão para homem que abusou das três filhas adotivas

Tribunal superior confirma pena de 16 anos de prisão para pedófilo de Vila Real.
Por Lusa|27.11.17
O Tribunal da Relação de Guimarães confirmou a pena de 16 anos e seis meses aplicada a um homem de Vila Real condenado pelos crimes de abuso sexual agravado e de maus tratos a três filhas adotivas.

Segundo informou esta segunda-feira a Procuradoria-Geral Distrital (PGD) do Porto, através da sua página na internet, o Tribunal da Relação negou provimento ao recurso do arguido, que foi condenando em primeira instância pelo Tribunal de Vila Real.

A 29 de maio, o coletivo de juízes de Vila Real condenou o arguido, um empreiteiro de cerca de 50 anos, a uma pena de 16 anos e seis meses por três crimes de abuso sexual de crianças agravado, dois crimes de abuso sexual de menor dependente e três crimes de maus tratos a menores.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De  Anónimo 27.11.17
    Uma pena estarem ambos ainda a respirar gente desta não faz falta a humanidade.
1 Comentário
  • De  Anónimo 27.11.17
    Uma pena estarem ambos ainda a respirar gente desta não faz falta a humanidade.
    Responder
     
     0
    !