Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Remax despede director assaltante

O director da Remax de Alfornelos, na Amadora, Paulo Nunes, detido em 23 de Junho – data em que simulou um assalto a uma carrinha da TNT – foi despedido pela empresa onde trabalhava.
23 de Julho de 2010 às 00:30
Paulo Nunes
Paulo Nunes FOTO: direitos reservados

"A Remax considera-se lesada neste processo e pondera accionar os meios legais que venham a revelar-se necessário contra o senhor Paulo Nunes por prejuízos de imagem causados à marca", avançou ao CM, por carta, o director-geral da empresa, Manuel Alvarez Salamanca.

Paulo Nunes foi apanhado primeiramente pela Polícia Judiciária por simular um sequestro e desviar 33 mil euros num assalto a uma carrinha da TNT, mas o juiz libertou-o, juntamente com mais dois cúmplices. Mas o gestor de 39 anos, que detinha o franchising da Remax de Alfornelos, voltaria a ser apanhado pela Secção de Roubos da PJ por ter feito um sequestro e um assalto à mão armada em Sintra. Aguarda agora julgamento em prisão preventiva.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)