Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Reprova na carta e é detido 6 vezes

Jovem de 23 anos vai cumprir pena em 60 fins de semana.
Sérgio Pereira Cardoso 1 de Junho de 2015 às 09:36
Reprova na carta e é detido 6 vezes
Reprova na carta e é detido 6 vezes
Tem 23 anos, é empregado de mesa e vai cumprir prisão por ter sido apanhado seis vezes a conduzir sem carta, entre 2011 e 2014. No processo consta que o arguido, de Guimarães, até tentou tirar a carta: o facto de ter reprovado no código não o demoveu de seguir ao volante. A Justiça foi-lhe dando oportunidades até à prisão efetiva. Os juízes acreditam que, agora, o jovem vai endireitar.

O primeiro registo é de 2 de outubro de 2011, em Guimarães e valeu-lhe 120 dias de multa. A 11 de janeiro de 2012, voltou a ser apanhado, na Alameda dos Desportos, na mesma cidade: 240 horas de trabalho comunitário. Logo em fevereiro, em Silvares, outra vez o mesmo ‘azar’ – levou pena suspensa. Dias depois foi detido no Porto: admitiu ter reprovado no código e levou mais trabalho comunitário.

A seu favor, jogaram sempre os factos de confessar logo o crime e revelar-se arrependido, além do rendimento mensal de cerca de 400 euros ajudar a mãe – proprietária do carro.

À quinta condenação, em outubro de 2013, o cenário piorou: 36 períodos de prisão em dias livres. À sexta, 14 meses de prisão efetiva. Recorreu para a Relação e lucrou – a pena diminuiu para 60 fins de semana. "Este regime consente que o arguido desenvolva esforços para obter licença de condução", lê-se na decisão.
Guimarães Alameda dos Desportos Silvares Porto crime lei e justiça prisão
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)