Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Reprovado Orçamento da Ordem dos Advogados

O orçamento da Ordem dos Advogados para 2009 foi reprovado esta quinta-feira, por maioria, durante uma Assembleia-Geral que se prolongou durante sete horas, e depois de alguns incidentes que atrasaram a condução dos trabalhos.
27 de Novembro de 2008 às 09:41
Marinho Pinto, bastonário da Ordem dos Advogados viu a sua proposta orçamental rejeitada
Marinho Pinto, bastonário da Ordem dos Advogados viu a sua proposta orçamental rejeitada FOTO: d.r.

Da ordem de trabalhos constava a discussão e votação do Orçamento do Conselho-Geral e do Orçamento Consolidado da Ordem dos Advogados para o próximo ano, ambos criticados por Conselhos Distritais e pelo Conselho Superior, descontentes com cortes de verbas.

 

O Orçamento do Conselho-Geral foi reprovado com 2.867 votos contra, 905 a favor e 14 abstenções, enquanto o Orçamento Consolidado foi rejeitado com 2.867 votos contra e 832 a favor.

 

Demoras nas validações dos votos por procuração, que atrasaram em três horas o início dos trabalhos, levaram a interrupções momentâneas da sessão e a trocas de palavras mais acaloradas por parte de alguns dos participantes na Assembleia-Geral.

 

A reunião magna, realizada na sede da Ordem dos Advogados, em Lisboa, ficou ainda marcada pela apresentação de requerimentos e de uma moção, posteriormente retirados da votação pelos proponentes ao fim de horas de discussão, bem como pela repetição de votações.

 

No final da votação, que só terminou cerca das 03h30 da madrugada, o bastonário da Ordem dos Advogados, Marinho Pinto, que apresentou a proposta de Orçamento, recusou admitir que a reprovação dos documentos tenha sido uma "derrota". “Não me sinto derrotado”, afirmou, informando que o Conselho Geral da Ordem, ao qual preside, vai reunir-se ainda hoje para analisar os resultados da votação e estudar as propostas de Orçamento.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)