Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
5

Resistiu a quatro tiros

Ele entrou no restaurante e disparou quatro tiros contra a Angelina. Mas graças a Deus ela já está em casa a recuperar desde as duas da tarde”, contou ontem Mércia ao Correio da Manhã. A mulher que estava com a vítima – alvejada anteontem, no interior do restaurante Academia do Marisco, em Oeiras – ainda está “incrédula e em estado de choque” com o que aconteceu à amiga e vizinha.
19 de Julho de 2007 às 00:00
Maria João estava atrás do balcão quando Angelina foi baleada no interior do restaurante
Maria João estava atrás do balcão quando Angelina foi baleada no interior do restaurante FOTO: Carlos Manuel Martins
Eram quase nove da noite quando Angelina, de 59 anos, e Mércia se sentaram na mesa junto à vitrine do restaurante para comer umas amêijoas e pôr a conversa em dia. Mas tiveram apenas meia-hora para fazê-lo. Às 21h30, Angelina foi atacada por um ex-subchefe da PSP que lhe desferiu quatro tiros.
“O homem entrou aqui [no restaurante], disparou e foi-se embora calmamente sem abrir a boca ou alterar a expressão facial. Havia sangue por todo o lado”, conta Maria João ao Correio da Manhã, empregada há menos de um ano no estabelecimento.
Segundo Maria João, Angelina “foi ferida na boca, na barriga e ainda no braço”. Mas as quatro balas que a atingiram não foram suficientes para a derrotar. “A senhora esteve sempre consciente e, mesmo ferida, levantou-se e foi sentar-se à porta do restaurante à espera dos bombeiros”. O estado de Angelina era, segundo o INEM, “crítico” quando foi transportada para o Hospital S. Francisco Xavier, em Lisboa.
O gerente da casa, situada na Av. de Copacabana, estava a fechar o estabelecimento quando o homicida entrou. “Pensava que era um cliente como outro qualquer e deixou-o entrar”, conta Maria João. Depois dos disparos, o gerente ainda foi atrás do homicida com um cliente. “O homem apontou-lhes a arma, mas eles conseguiram tirar a matrícula do carro”, diz a empregada.
A PSP de Oeiras pôs-se em campo para localizar o indivíduo, que se pôs em fuga ao volante do seu carro. Em menos de uma hora conseguiram apanhar o suspeito, que foi interceptado e detido na avenida principal de Algés pelas 22h10 [ver caixa]. A polícia suspeita de que se trate de um crime passional.
Segundo apurou o CM junto de vizinhos da vítima, o homicida terá abordado recentemente Angelina com intenção de namorar com ela, mas esta terá rejeitado.
FUGIU DO LOCALM DO CRIME
O homem, de 67 anos, que cravejou quatro balas no corpo de Angelina Ferreira anteontem é, segundo garantiu ao CM fonte policial, ex-subchefe da esquadra da PSP de Oeiras e está reformado já há alguns anos. O indivíduo acusado de tentativa de homicídio foi apanhado pela PSP depois de fugir do local do crime. Tinha na sua posse uma pistola de calibre 6, 35mm que ainda estava salpicada de sangue no momento da detenção. Fazia-a acompanhar do respectivo livrete. Casado e conhecido na vizinhança como um homem pacato, passou a maior parte do dia de ontem a ser ouvido no Tribunal de Oeiras e terá confessado a autoria dos disparos. Agora, vai aguardar julgamento em prisão preventiva no Estabelecimento Prisional de Santarém.
PORMENORES
BALA ALOJADA
Angelina Ferreira – que vai ser avó em breve – teve alta médica ontem. A vítima sofreu uma fractura no braço direito, que está agora engessado, foi suturada na boca, na barriga e tem ainda uma bala alojada na zona do pescoço. A família não quis falar ao CM.
PAIXÃO
Segundo uma amiga da vítima, Angelina só conhecia o homicida de vista, pois este também reside em Oeiras. Os vizinhos dizem que estava apaixonado por Angelina e que tentou iniciar uma relação amorosa com ela. Angelina, que é casada, rejeitou-o.
DISTÚRBIOS
A Academia do Marisco abriu portas há menos de um ano. No entanto, os seus proprietários já tiveram de recorrer à PSP de Oeiras para se verem livres de alguns clientes mais incómodos. Cenário de discussões, nunca tinha sido palco de violência.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)