Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Reviver o século XVIII

No ano em que se comemoram os 75 anos das Marchas Populares – na primeira edição participaram “três ranchos de Lisboa e arredores”, que se classificaram pela seguinte ordem: Campo de Ourique, Bairro Alto e Alto Pina –, a marcha do bairro então situado nos arredores da capital vai retratar os finais do século XVIII.
23 de Maio de 2007 às 00:00
Reviver o século XVIII
Reviver o século XVIII FOTO: Duarte Roriz
Era a época em que a fidalguia, e também a nobreza, escolhia o Alto Pina, que então abarcava uma área muito maior, como zona de lazer.
Os trajes dos marchantes vão espelhar a elegância daquela época e o figurinista Paulo Julião é também o responsável pelos arcos, onde estarão representados os mais belos lugares e edifícios.
À medida que se aproxima a primeira apresentação pública, no Pavilhão Atlântico (dia 2 de Junho), os responsáveis – sempre atentos aos ensaios – elevam a fasquia dos objectivos a alcançar. E desde já asseguram que o Alto Pina “já não é uma marchazinha. É uma candidata à vitória”.
FICHA TÉCNICA
‘Fidalguia dos finais do século XVIII’
- Cores – Azul, rosa e ouro
- Padrinhos – Filipa Cardoso e Beto
- Compositor – Fernando Correia Martins
- Letrista – Carlos Jorge Español e Serginho
- Porta-Estandarte – Sara Feiteiro
- Mascotes – Filipa Torres e Fábio Reis
- Coreografia – Jorge Carvalho e Dulce Areias
- Coordenação – Isabel Barros
- Colectividade – Ginásio do Alto Pina
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)