Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Revolta com obras na EN125

Nova sinalização obriga a percurso mais longo.
José Carlos Eusébio 31 de Julho de 2015 às 09:12
Moradores contestam proibição de se virar à esquerda
Moradores contestam proibição de se virar à esquerda FOTO: Pedro Noel da Luz
A Estradas de Portugal (atual Infraestruturas de Portugal) avançou com obras no troço da EN125 entre Lagos e Vila do Bispo para aumentar a segurança. Mas os moradores em Monte do Piscarreta, Monte Funchal e Matos Morenos, junto à rotunda de acesso à Praia da Luz, estão revoltados com as alterações que foram feitas, porque são agora obrigados a percorrer uma grande distância para irem a Lagos.

Segundo um abaixo-assinado promovido pelos moradores, os automobilistas sempre puderam virar à esquerda, em direção à cidade, mas com a nova sinalização são obrigados a seguir à direita e percorrer 2,5 quilómetros até Espiche, fazendo depois o percurso inverso para Lagos.

"Existem pontos críticos na EN125, mas este não é um deles", diz Karl Dudenhausen, um residente alemão, casado com uma portuguesa, adiantando que "uma senhora que vive aqui há mais de 30 anos nunca viu um acidente" Sempre "houve a possibilidade de virar à esquerda, mas agora colocaram um duplo traço contínuo, o que não faz sentido", lamenta outra moradora, Josephine Yates.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)