Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Ribeira de Panoias revolta moradores

A população das freguesias de Frossos, Panoias e Mire de Tibães estão a perder a paciência com os maus cheiros que emanam da ribeira que atravessa essas freguesias.
18 de Junho de 2007 às 00:00
 A Ribeira de Panoias é um dos cursos de água mais poluídos do País
A Ribeira de Panoias é um dos cursos de água mais poluídos do País FOTO: direitos reservados
O problema já vem desde o início da década de 90, mas agravou-se com a construção da Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) de Frossos e com a instalação de várias empresas nos parques industriais da zona.
A população recusa a ideia de se tratar da ligação directa de esgotos domésticos, dado que “essa era prática corrente há quatro ou cinco décadas atrás e nessa altura o rio, não cheirava mal”.
Apesar de ainda nada estar decidido, há um grupo de moradores que está a avançar para a organização de “um grande protesto”, que pode passar por uma “marcha mal-cheirosa na cidade”.
Os vereadores da oposição na Câmara de Braga querem que a autarquia “tome medidas concretas que levem à despoluição desta ribeira e ao fim do tormento porque passam as populações que residem naquela zona”.
Ricardo Rio, vereador do PSD, disse ao Correio da Manhã que “a população tem mais do que razões para protestar, já que os maus cheiros são, por vezes, insuportáveis”.
O presidente da Câmara de Braga, Mesquita Machado, diz que a ribeira de Panoias é um curso de água da responsabilidade da Direcção Geral do Ambiente, mas diz que a autarquia está aberta à colaboração “com todas as entidades” para a elaboração de um “projecto estruturante, que possa, de uma vez por todas, acabar com as fontes poluidoras da ribeira”.
DESASTRE
TEMPO QUENTE
Os maus cheiros da Ribeira de Panoias são uma praga de todo o ano. Muitas vezes, contam ainda com a companhia dos que emanam da ETAR de Frossos. Mas, com a chegada do tempo quente, as coisas pioram de forma substancial.
LIMPEZA DO RIO ESTE
É outro dos cancros ambientais de Braga. O rio que atravessa a cidade e que, em tempos viu as suas margens cimentadas, continua a ser um canal de água suja. Estes dias, a Câmara anunciou mais uma acção de limpeza, num percurso de cerca de quatro quilómetros.
CONSTRUÇÃO A MAIS
Um dos maiores problemas dos cursos de água do concelho de Braga, sobretudo dos que atravessam a zona urbana, é a construção excessiva e muito próxima das margens. O rio Este, dizem os especialistas, é um bom exemplo disso mesmo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)