Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Rixa com a GNR faz cinco feridos

Cinco feridos é o balanço de confrontos entre um grupo de amigos e a GNR, ontem de madrugada, na Gafanha da Nazaré, Ílhavo. Dois populares, de 32 e 35 anos, e três guardas receberam tratamento no hospital de Aveiro, com ferimentos na cabeça. O grupo de 12 homens afirma que foi alvo de violência gratuita por parte dos militares. A GNR assegura que os guardas reagiram a insultos e agressões.

28 de Outubro de 2012 às 01:00
Amigos de Nuno e David queixam-se da intervenção da GNR na madrugada de ontem
Amigos de Nuno e David queixam-se da intervenção da GNR na madrugada de ontem FOTO: Francisco Manuel

Pelas 03h00, o café Encontro no Cais, na av. José Estêvão, tinha fechado e o grupo de amigos estava na esplanada a terminar as cervejas, quando a patrulha chegou. "Um amigo nosso estava alterado e chamou palhaços aos guardas, mas isso não era razão para chamar o Pelotão de Intervenção Rápida (PIR) e agredirem-nos à bastonada", afirmou ao CM Carlos Rodrigues, que integrava o grupo.

Nuno Nascimento levantou--se e dirigiu-se aos militares da GNR, altura em que, segundo os amigos, foi agredido com bastões e gás-pimenta. David Rocha foi atrás dele e também foi atingido.

De acordo com um vizinho do café, Nuno agrediu a murro o GNR e depois gerou-se a confusão. "A patrulha foi chamada por causa do barulho no exterior do estabelecimento e, quando chegou, foi injuriada por um homem que depois agrediu um dos militares", explicou ao CM o major Manuel Afonso, da GNR de Aveiro.

Nuno e David e os militares da GNR sofreram ferimentos na cabeça. Os dois homens serão presentes amanhã a tribunal.

ÍLHAVO RIXA FERIDOS GNR
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)