Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Roubam e atropelam grávida de nove meses

Dupla de assaltantes arrasta mulher de 33 anos pelo passeio e passa-lhe por cima com a moto
2 de Julho de 2010 às 00:30
Dupla é suspeita de uma tentativa e de três roubos consumados por esticão, sempre na mesma zona da Margem Sul, em menos de 24 horas
Dupla é suspeita de uma tentativa e de três roubos consumados por esticão, sempre na mesma zona da Margem Sul, em menos de 24 horas FOTO: Sónia Caldas

Uma mulher de 33 anos, grávida, em fim de gestação, caminhava ontem de manhã na rua quando um homem de capacete lhe puxou a mala. A vítima foi arrastada ao longo de vários metros pelo passeio, tombando para a estrada, em Santo António de Caparica, Almada. E foi nessa altura que o assaltante se montou à pendura de uma moto, tendo o condutor passado com as rodas por cima do corpo da mulher grávida, que chegou às Urgências do hospital inconsciente.

O assalto violento ocorreu pelas 11h00, na rua Miguel Torga. E, ao todo, naquela zona, entre o final da tarde de quarta-feira e a manhã de ontem, esta dupla é suspeita de uma tentativa e três roubos por esticão concretizados. O crime mais grave deixou ontem ferida a mulher grávida de nove meses, residente em Queluz, Sintra.

Um responsável dos Bombeiros da Trafaria, que foram chamados ao local e transportaram a vítima ao Hospital Garcia de Orta, disse ao CM que a vítima estava inconsciente quando deu entrada nas Urgências. A mulher, de 33 anos, foi reanimada, esteve em observação e acabou por ter alta a meio da tarde. Nem ela nem o bebé correm perigo. A polícia procura os assaltantes.

PORMENORES

GNR PROCURA LADRÕES

Várias patrulhas da GNR receberam a denúncia do assalto à grávida de 33 anos e procuraram, ontem, a dupla de ladrões em Santo António de Caparica e Trafaria, mas sem sucesso.

MOTO POTENTE

Não há muitos elementos disponíveis que caracterizem os dois assaltantes. Apenas se sabe que conduzem uma moto potente.

ROUBAM TUDO

A dupla em fuga rouba tudo aquilo que pode. Malas, carteiras, telemóveis e dinheiro.

VÍTIMA SAIU DO HOSPITAL E FOI APRESENTAR QUEIXAR FORMAL

A grávida de 33 anos que ao final da manhã de ontem foi roubada, arrastada e atropelada por uma dupla de ladrões de moto saiu inconsciente do local do assalto, em Santo António de Caparica, Almada. 'Enviámos ao local do crime uma ambulância e dois bombeiros, que encontraram a vítima com ferimentos com gravidade', disse ao CM um responsável dos Bombeiros Voluntários da Trafaria.

Assistida na rua Miguel Torga, local do assalto, a mulher foi transportada para o Hospital Garcia de Orta (HGO), em Almada. Deu entrada inconsciente nas Urgências de obstetrícia, de onde teve alta a meio da tarde de ontem. Mal saiu do HGO, a grávida mostrou-se disposta a apresentar queixa formal a uma força policial.

TURISMO TRAZ MAIS ESTICÕES DURANTE O VERÃO

A zona de Santo António de Caparica não é palco de muitos roubos por esticão. fonte policial disse ao CM que os crimes deste género, que ocorrem naquele local, 'acontecem maioritariamente durante o Verão, quando há uma maior afluência de turistas à Caparica'.

O crime que mais caracteriza a zona é o tráfico de droga e, nesse aspecto, a proximidade com os bairros problemáticos do Segundo Torrão e da Cova do Vapor faz disparar o número de ocorrências.

'Trata-se de locais cujos habitantes ainda não foram realojados noutros bairros. Por ainda não terem sido feitas demolições, continuam a existir suspeitos ali residentes que fazem aumentar a afluência de clientes interessados em comprar droga para consumo ou revenda', explicou ontem ao CM uma fonte policial.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)