Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Roubam gelados de arma em punho

Os ladrões de bombas de gasolina agem quase sempre armados, com grande frieza, por vezes denotando nervosismo, e fogem numa questão de segundos. No entanto, há quem, após servir-se de todo o dinheiro da caixa-registadora, ainda tenha tempo para roubar três gelados Magnum, para que na fuga de carro possa celebrar mais um assalto bem-sucedido.
27 de Junho de 2010 às 00:30
Imagens de videovigilância do assalto em Alcochete. Os ladrões fugiram com 300 euros e três gelados
Imagens de videovigilância do assalto em Alcochete. Os ladrões fugiram com 300 euros e três gelados FOTO: direitos reservados

Tal aconteceu a 9 de Dezembro de 2008 na bomba de Marco do Grilo, Seixal. O CM teve agora acesso às imagens de videovigilância que retratam o modo de actuação do duo armado com uma caçadeira, que levou 300 euros.

Uma funcionária e dois clientes foram surpreendidos, já de noite, pela acção dos ladrões, que pararam um VW Golf à porta – com um terceiro ladrão – e anunciaram o assalto, pedindo para meterem as mãos no ar, ao mesmo tempo que apontavam a caçadeira. Enquanto um roubou o dinheiro da caixa, o outro, armado, controlou toda a acção. À saída, mesmo à porta, roubaram da arca-frigorífica os gelados, antes de fugirem.

Três meses mais tarde, em Março de 2009, numa Galp de Alcochete, três encapuzados armados, numa acção também captada pelas imagens das câmaras, lançaram o pânico entre três funcionários e um cliente, fugindo com 600 euros.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)