Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Roubam 100 mil € e são apanhados

Dono viu o crime em casa pelas câmaras de videovigilância.
Manuel Jorge Bento 21 de Setembro de 2014 às 14:59
Agentes da PSP detiveram em flagrante os assaltantes, que partiram um vidro e a porta automática para entrarem na loja
Agentes da PSP detiveram em flagrante os assaltantes, que partiram um vidro e a porta automática para entrarem na loja FOTO: D.R.

Vivo dias de preocupação e estava atento às imagens das câmaras quando vejo três indivíduos a partirem os vidros da entrada à marretada e a guardarem em sacos os óculos todos a que punham a mão", contou José Pedro Lourenço, dono da ótica Boavista, na av. Brasil, Porto, assaltada às 04h29 de ontem.

Em apenas três minutos, os ladrões apoderaram-se de 536 pares de óculos no valor aproximado de 100 mil euros. Foram surpreendidos pelos agentes da 15ª esquadra da PSP, na Foz, que detiveram o trio. Presentes à Justiça, ficam presos na cadeia de Custoias.

Os assaltantes são estrangeiros e estavam encapuzados e usaram luvas pretas durante o crime. Um cúmplice esperava a saída dos comparsas num Seat Toledo, de matrícula espanhola. Fugiu após a chegada da PSP, alertada pelo dono da loja. As imagens de videovigilância revelam, assim, que dois dos assaltantes levantaram os braços e deitaram-se no chão, à chegada dos agentes. Segundos depois, um levanta-se e procura uma saída ao fundo da loja, mas acaba por ser também detido.

"A PSP agiu de forma excelente mas, mesmo assim, só faltava ‘limparem’ os óculos de uma vitrina para acabarem o serviço e irem à sua vida", referiu ao Correio da Manhã José Pedro Lourenço. Já na esquadra, o dono da loja esteve frente a frente com os três assaltantes, de 30, 36 e 45 anos, respetivamente. Um deles cumprimentou-o. A mesma loja foi assaltada em junho [roubaram 700 pares de óculos de marca], dias antes de ser atacada uma outra ótica do mesmo proprietário.

José Pedro Lourenço Boavista av. Brasil Porto PSP Seat Toledo
Ver comentários