Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

ROUBARAM CHEQUES PARA FAZER COMPRAS DA CASA

Um homem está a ser a alvo de uma burla levada a cabo por desconhecidos, que, depois de lhe roubarem uma pasta com artigos pessoais do interior da viatura, estacionada no centro de Lisboa, já efectuaram mais de uma dezena de compras de artigos de vestuário, usando cheques de diversas contas bancárias da vítima.
1 de Setembro de 2003 às 00:00
Jornalista de profissão, Jorge Soares viu-se pela primeira vez envolvido neste insólito caso a 19 de Junho. “Nesse dia, por força de uma viagem que fiz ao Barreiro, deixei o carro estacionado nas imediações do terminal fluvial. Quando voltei, tinha o vidro de uma das portas do carro partido, e verifiquei que, para além do auto-rádio, me tinham roubado uma pasta com documentos e com livros de cheques de diversas contas bancárias”, resumiu a vítima.
Feita a queixa na esquadra da PSP do Terreiro do Paço, Jorge Soares decidiu, logo em seguida, cancelar todos os livros de cheques que lhe haviam sido roubados. Pouco depois, a vítima recebeu a notícia de que alguns dos seus documentos pessoais tinham sido recuperados.
No entanto, desde há cerca de duas semanas, o denunciante começou a ser contactado por gerentes de diversos estabelecimentos comerciais de Lisboa, avisando que cheques seus estariam a ser utilizados em compras de artigos de vestuário.
“O primeiro contacto que recebi foi de uma loja de roupa do Centro Comercial Castil, na Rua Castilho, avisando que alguém tinha passado um cheque de 190 euros, em meu nome de uma conta bancária do Banco Espírito Santo”, recordou.
A partir daí, e praticamente a um ritmo diário, Jorge Soares passou a ser confrontado com chamadas de estabelecimentos comerciais, alertando para situações semelhantes.
“Até agora recebi catorze indicações de que cheques meus foram usados, e sempre na compra de peças de vestuário. Quando constatavam que não podiam levantar os cheques, os lesados queixavam-se à PSP”, garantiu a vítima da burla.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)