Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Roubaram ingleses perto da Marina

Dois indivíduos, de 20 e 17 anos, foram detidos cerca das 05h00 de ontem, pela GNR, por suspeita da autoria do crime de roubo contra dois ingleses, praticado pouco antes, numa rua perto da Marina de Vilamoura.
6 de Maio de 2007 às 00:00
Suspeitos roubaram turistas perto da Marina de Vilamoura
Suspeitos roubaram turistas perto da Marina de Vilamoura FOTO: Luís Forra
Os suspeitos, que estariam acompanhados por mais três indivíduos com idades compreendidas entre os 16 e os 18 anos que foram constituídos arguidos, abordaram os dois turistas, com cerca de 30 anos, pouco depois de estes terem saído de um bar situado na Marina.
Já estavam fora daquele espaço quando foram rodeados por um grupo de cinco pessoas, que os ameaçaram e intimidaram para que lhes dessem os pertences que traziam com eles. Um dos ingleses chegou mesmo a ser agredido na cara, antes de dois dos meliantes (os detidos, um angolano e outro português) lhes tirarem à força três telemóveis (avaliados em 1300 euros), um fio de ouro (160 euros) e cerca de 70 euros em dinheiro.
Os suspeitos puseram-se em fuga logo de seguida enquanto os turistas dirigiram-se ao posto da GNR de Vilamoura, onde apresentaram queixa e descreveram os autores do roubo.
Cerca de meia hora depois do crime ter ocorrido, a GNR seguiu no encalce dos suspeitos e uma patrulha acabou por interceptar um grupo de cinco indivíduos, na estrada entre Vilamoura e Quarteira, cujos elementos correspondiam à descrição feita pelas vítimas.
Ao aperceberem-se da presença das autoridades, os suspeitos ainda tentaram fugir a pé – não foi detectada qualquer viatura nas proximidades – mas acabariam por ser apanhados. Tinham na sua posse os objectos furtados. Foram levados para o posto de Vilamoura, onde os ingleses reconheceram os dois detidos como os autores do roubo. Em relação aos outros três, disseram que o medo os impediu de memorizar as suas caras, até porque não se aproximaram demasiado do local do crime. Por não ter sido possível reconhecê-los como participantes activos no roubo, os três indivíduos foram constituídos arguidos mas saíram em liberdade.
Os cinco suspeitos, todos residentes na zona de Quarteira, não têm antecedentes criminais, apurou o CM junto de fonte da GNR. Os dois detidos, presentes ontem ao Tribunal de Faro, ficaram sujeitos a apresentações periódicas no posto da área de residência.
Ver comentários