Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Sacam 600 mil € com acidentes

Em oito meses burlaram cerca de 600 mil euros a seguradoras, através de simulação de acidentes. A GNR descobriu a rede, sediada no Minho, e deteve quatro homens, constituindo 39 arguidos.
4 de Julho de 2012 às 01:00
15 dos 26 carros apreendidos encontram-se no comando da GNR de Guimarães, que liderou as buscas
15 dos 26 carros apreendidos encontram-se no comando da GNR de Guimarães, que liderou as buscas FOTO: Secundino Cunha

O esquema passava por donos de oficinas que, com a conivência dos proprietários de automóveis topo de gama – na maioria Mercedes e BMW, mas também Audi e Alfa Romeo –, trocavam peças dos carros, em perfeitas condições, por antigas e danificadas, antes de provocarem sinistros rodoviários. Com seguros contra todos os riscos, recebiam as compensações das seguradoras e mantinham as peças de origem. O dinheiro era dividido entre donos de carros e de oficinas e condutores dos veículos na altura do sinistro.

O caso levantou as suspeitas da GNR que, numa operação do Núcleo de Investigação Criminal de Guimarães com a colaboração de militares de outros postos do Norte do País, realizou, ontem de manhã, 42 buscas domiciliárias, duas em oficinas e outras duas em armazéns. No total, foram 26 os carros de alta gama apreendidos pelas autoridades.

Os quatro detidos são os presumíveis líderes da rede, que envolvia uma oficina em Braga e outra em Guimarães. Os acidentes tiveram lugar ao longo de oito meses, em diversas cidades do Norte, nos distritos de Vila Real, Braga e Porto.

Os burlões enganaram, segundo a GNR, um total de 16 companhias de seguros.

OPERAÇÃO BURLA ACIDENTES SEGURADORAS GNR GUIMARÃES
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)