Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Saiba tudo o que disse Marcelo Rebelo de Sousa ao sem-abrigo Manuel que salvou o bebé no caixote do lixo

Antes de entrar para o carro Marcelo sussurrou ao ouvido de Manuel: "É um herói. Discreto. Anónimo. Mas é".
Correio da Manhã 7 de Novembro de 2019 às 19:45
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé no caixote do lixo e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, conheceu esta quinta-feira Manuel, o sem-abrigo que salvou o bebé num caixote do lixo em Lisboa.

"O nosso herói", afirma Marcelo assim que vê Manuel. Com um sorriso, o Presidente questiona de imediato sobre onde pernoita este homem e pede-lhe que conte tudo aconteceu.

"Pensei que era um gato, era um barulho estranho", conta o sem-abrigo que abriu todos os contentores do lixo antes de encontrar o bebé.

"Estava mesmo em cima. Estava muito frio e estava sujo, com o cordão umbilical", explica acrescentando que várias pessoas pensaram que estava a vandalizar o caixote quando na verdade estava a tentar retirar a criança do ecoponto. "Eu gritei: 'Ai Jesus'", afirmou Manuel mostrando a Marcelo o local exato onde estava o menino.

O Presidente da República questiona o homem sobre a sua vida pessoal. Tem 44 anos, está na rua há quatro meses porque deixou de trabalhar devido a um problema grave na coluna. Manuel trabalhava na construção civil, tem um filho e a mãe está hospitalizada em Coimbra.

Marcelo revela que pensou que o sem-abrigo estivesse à procura de algo no contentor. "Eu pensei que você andava à procura de alguma coisa. Foi um felicidade, certamente. Foi uma vida que salvou", afirma o Presidente. 

"Desespero, é a única explicação [para abandonar um bebé no lixo]. Ninguém pode querer matar um bebé. Uma mãe, mesmo desesperada, não pode querer matar um bebé", afirma Marcelo e Manuel responde que foi um choque tudo o que aconteceu.

Quando questionado sobre o que se pode dizer a Manuel depois de ter salvo o bebé, o Presidente da República responde: "Agradecer, agradecer. Porque é um exemplo de humanidade. É muito mais que dizer que cumpriu a sua obrigação. É humanidade. Com uma vida que é tudo menos fácil. Quero agradecer-lhe porque não tem preço, foi do coração mas mesmo que quisesse agradecer-lhe não há como. É tão único, tão diferente, tão do fundo do coração. O que é que sentiu?", pergunta Marcelo a Manuel.

"Senti raiva de mim próprio. Como é que foram capazes de deixar uma criança assim? Sr. Presidente, quero agradecer às autoridades, tanto PSP, Judiciária... foram impecáveis", diz o sem-abrigo.

Marcelo fala sobre o local onde vive Manuel, sobre a vida dos sem-abrigo e explica que vai tentar ajuda-lo com a operação à coluna e com a ressonância magnética que está marcada apenas para julho e que é necessária o mais rápido possível para ser feita a operação.

Quando questionado sobre o vídeo que mostra o bebé a ser retirado do ecoponto, Marcelo afirma que viu: "Vi mas contado por ele é mais emocionante. Por muito viva que seja a imagem isto contado por ele cara a cara tem outra força... O que sentiu, os sentimentos contraditórios, a raiva, a alegria, a aflição".

"É haver aqui duas realidades sociais que se somam. A realidade da criança deixada provavelmente pela mãe, sabe-se lá quem, e ao mesmo tempo a realidade de quem vive na rua. É uma realidade que muita gente esquece, [as realidades] cruzaram-se para salvar uma vida", termina Marcelo.

Antes de entrar para o carro Marcelo sussurrou ao ouvido de Manuel: "É um herói. Descreto. Anónimo. Mas é".
Lisboa Marcelo Rebelo de Sousa Manuel Sr. Presidente questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)