Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Salários reduzidos na Moderna

Para salvar a Universidade Moderna do encerramento, os candidatos aos órgãos sociais da Dinensino estabeleceram um plano de acção que visa, entre outras coisas, recuperar financeiramente a instituição e estabelecer parcerias internacionais.
7 de Setembro de 2007 às 00:00
 Moderna luta por sobreviver
Moderna luta por sobreviver FOTO: Vasco Varela
Uma das propostas de Pagés y Madrigal passa pela redução, em cerca de 20 por cento, dos salários de todos os membros da sua lista, tal como já fora pedido aos docentes no ano passado. Em curso estão já parcerias com universidades internacionais – Instituto Universitário de Arquitectura de Veneza, Faculdade de Arquitectura da Universidade Politécnica da Catalunha, Faculdade de Arquitectura de Génova e Departamento do Território da Universidade da Calábria – e novas instalações.
Ao contrário do que foi anunciado anteriormente, a Dinensino resolveu manter os três pólos (Beja, Setúbal e Lisboa). Para o pólo de Beja foi pedida ao Ministério do Ensino Superior a transferência dos alvarás para outra sociedade (a Sagesfi). Isto retirará o pólo de Beja do universo Dinensino mas mantém-no em funcionamento na cidadealentejana.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)