Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Saldos geram entusiasmo de comerciantes e público

A loucura dos saldos chegou ao Algarve. Este fim-de-semana está a realizar-se a primeira feira do género em Silves e, entre quinta-feira e domingo, acontecerá o mesmo em Faro. Portimão também prepara um evento igual, mas só em Agosto. Oportunidades aproveitadas pelos consumidores para poupar algum dinheiro.
28 de Janeiro de 2007 às 00:00
A feira que ontem se iniciou em Silves, no pavilhão da Fissul, conta com a presença de 24 lojas do concelho, sendo organizada pela autarquia local. “Está a correr bem. É a primeira vez que se realiza e temos tido muita afluência”, referiu ao CM Isabel Zuzarte, uma das comerciantes presentes no certame. Outra comerciante, Cristela Pais, reconheceu que o movimento era grande, mas muitos visitantes “vêm à procura de vestuário, enquanto eu vendo artigos de decoração”.
Os consumidores revelaram-se agradados. “Acho os preços em conta. Já comprei umas botas e um tecido, tendo gasto 30 euros. Ainda vou dar uma volta e pode ser que adquira mais alguma coisa”, comentou Ivone Pinto. Ao seu lado, a vizinha Maria Coelho manifestou igualmente satisfação por “os preços estarem mais baixos do que o habitual”.
O cenário vivido agora em Silves deverá repetir-se, a partir de quinta--feira, em Faro, onde se realiza a primeira edição da Algarve-Oportunidades-Feira de Saldos e Artigos de Ocasião, na ExpoFaro. O certame é promovido pela Alentexpo e, segundo Carmen Santos, da organização, estarão representados “26 comerciantes de diversos sectores”.
Portimão também vai realizar uma feira de saldos, mas no Verão. “Será no fim-de-semana a seguir ao Festival da Sardinha, de 17 a 19 de Agosto”, adiantou João Rosado, dirigente da Associação de Comércio e Serviços da Região do Algarve. Meia centena de comerciantes já manifestou interesse em estar presente.
PORMENORES
PREÇOS
As feiras de saldos permitem ao consumidor comprar produtos com reduções de preços que podem chegar aos 50 por cento. Para os comerciantes é uma oportunidade para escoar produtos de resto de colecção.
ENTRADA
Enquanto em Silvesa entrada na feira é livre, em Faro os visitantes terão de pagar dois euros. Mas o valor será deduzido em fracções de 50 cêntimos por cada compra efectuada no montante de dez euros.
FACTURAÇÃO
“Os saldos são muito importantes na facturação das empresas”, referiu João Rosado da ACRAL. Se a feira em Portimão tiver sucesso, a ACRAL irá alargar este tipo de iniciativas a outros concelhos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)