Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

"Sandro e a mulher tinham boa relação"

A notícia de que Sandro, antigo capitão do Vitória de Setúbal, foi detido pela PJ por sequestro, violência doméstica e coação sexual sobre a ex-mulher, A.D., deixou perplexos os que durante anos conviveram com o atual treinador da equipa de iniciados sadina. O antigo guarda-redes dos Vitorianos, Marco Tábuas, que tal como Sandro tem 36 anos, conhece-o há mais de 20 e confessa-se "surpreendido".
15 de Março de 2013 às 01:00

"Conheço-o desde os 12 anos, nos iniciados. Fui ao seu casamento, passámos férias juntos e, pelo que via, o casal tinha boa relação. Acredito que ele está inocente", diz ao CM, ao contrário da PJ, que acredita que Sandro agredia, perseguia e forçava a vítima a sexo desde 2002, e já depois de 2005 quando se separaram. Em 2011, chegou a ser sequestrada.

Marco Tábuas, atual treinador adjunto do Fabril do Barreiro, realça o papel de Sandro no balneário do V. Setúbal quando o clube vivia o drama dos salários em atraso. "O Sandro era dos que estavam sempre prontos a ajudar, sobretudo os estrangeiros, mais desamparados. Levava-os a restaurantes e acabava muitas vezes por ser ele a pagar".

O caráter de Sandro, internacional por Cabo Verde, é elogiado pelo ex-guardião, que conquistou ao seu lado uma Taça de Portugal e uma Taça da Liga. "No campo, ele é um líder e fora está sempre pronto a ajudar. Tem personalidade forte e está disponível para participar em ações de solidariedade".

setúbal sandro detenção judiciária sequestro coação ex-namorada
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)