Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Secretária-geral do sistema de segurança não recebeu informação sobre ameaça

Helena Fazenda afirmou que os acontecimentos de Tancos não alteraram o nível de alerta no país.
Lusa 25 de Julho de 2017 às 17:04
Helena Fazenda, Secretária-Geral do Sistema de Segurança Interna
Helena Fazenda, Secretária-Geral do Sistema de Segurança Interna
A secretária-geral do Sistema de Segurança Interna, Helena Fazenda, afirmou esta terça-feira que não recebeu qualquer informação sobre a eventual ameaça ou preparação de um furto de armamento em Tancos, em finais de junho.

A informação foi dada por Helena Fazenda numa audição, no parlamento, na comissão de Defesa Nacional, e em que confirmou que os acontecimentos de Tancos não alteraram o nível de alerta no país, numa resposta ao deputado do PSD Carlos Costa Neves.

A secretária-geral da Sistema de Segurança Interna relatou que foram feitas várias reuniões da Unidade de Coordenação Antiterrorista (UCAT) e que a esse organismo não chegaram informações que pudessem antecipar o furto.

"Não, claramente", disse Helena Fazenda, não chegou à UCAT qualquer informação nesse sentido, que tem um sistema de partilha de informações.

Todos os membros da UCAT, entre eles forças de segurança e informações, sublinhou, concluíram que não se justificava a alteração do nível de alerta - uma responsabilidade que cabe ao Serviços de Informações e Segurança (SIS) e Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED).

Helena Fazenda informou os deputados de que se realizaram reuniões, a 29 e 30 de junho, para que foram convidados serviços da Procuradoria-Geral da República e o Chefe de Estado-Maior-General das Forças Armadas (CEMGFA), general Pina Monteiro.
Tancos Helena Fazenda Forças política segurança defesa UCAT
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)