Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

SEDUÇÃO CASTIGADA

Treze e nove anos de prisão. Foi esta a sentença para o casal de Viseu acusado de atrair homens para um apartamento a pretexto de praticar sexo, mas cuja finalidade era o roubo de bens. Cláudia R. e Joaquim A. foram condenados por todos os crimes de que eram indiciados. O homem foi condenado a 13 anos de prisão e a mulher a nove.
27 de Fevereiro de 2003 às 01:11
No mesmo processo eram também acusados Vítor G. e Carlos R. por participação no embuste. O primeiro foi condenado a uma pena de cinco anos de prisão, enquanto o segundo foi absolvido de todos os crimes, por não ficar provado o seu envolvimento.

A mulher abordava as vítimas na Avenida 25 de Abril, zona de prostituição da cidade de Viseu, para depois as levar para uma casa em frente à Central de Camionagem. Joaquim A., na altura companheiro de Cláudia R., entrava depois no quarto onde a prostituta já se encontrava com as vítimas. Ela foi condenada pela co-autoria de crimes de roubo, sequestro e posse de arma proibida. Ele pela co-autoria dos crimes de roubo, sequestro, extorsão e falsas declarações.

Os três homens que foram vítimas da armadilha de Cláudia R. e Joaquim A., em Fevereiro do ano passado, queixaram-se de lhes terem roubado bens pessoais (peças em ouro), dinheiro, cheques e cartões de crédito (exigindo o código pessoal).
Ver comentários