Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

SEF detém suspeito de legalizar 300 imigrantes

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, em Matosinhos, um cidadão nacional que se terá dedicado à legalização fraudulenta de mais de três centenas de imigrantes ao longo de quatro anos.
3 de Junho de 2011 às 15:55
O SEF apreendeu centenas de pastas arquivadoras com milhares de documentos usados para a legalização de cidadãos estrangeiros
O SEF apreendeu centenas de pastas arquivadoras com milhares de documentos usados para a legalização de cidadãos estrangeiros FOTO: Dr

Em comunicado, o SEF precisa que o detido dedicava-se àquela actividade "altamente lucrativa", usando contratos falsos celebrados com mais de duas dezenas de empresas fictícias por si criadas, falsos descontos para a Segurança Social e moradas falsas ou de conveniência.

Durante a operação, o SEF apreendeu centenas de pastas arquivadoras com milhares de documentos usados para a legalização de cidadãos estrangeiros, diverso equipamento informático e um elevado número de equipamento de telecomunicações. 

Apreendeu ainda dezenas de cartões de crédito e débito, dezenas de cartões de contribuinte, vários carimbos falsos de diversas entidades ou organismos públicos, uma arma de calibre 6,35 milímetros, dinheiro de diversos países e vários passaportes.

 

A operação, realizada na terça-feira, envolveu 15 inspectores do SEF e a investigação prossegue, sob direcção do Departamento de Investigação e Acção Penal do Porto. 

Indiciado pela prática dos crimes de auxílio à imigração ilegal, falsificação de documentos e posse de arma ilegal, o suspeito foi já presente a primeiro interrogatório judicial, ficando proibido de sair para o estrangeiro e sujeito a apresentações semanais às autoridades. 

O tribunal decidiu também apreender-lhe os documentos de viagem.

SEF Documentos Fraudulentos Imigrantes Legalização
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)