Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

SEF identifica ilegais em casa de alterne

O Tribunal de Braga aplicou esta terça-feira o regime de termo identidade a sete funcionários de uma casa de alterne de Braga onde o SEF detectou, sábado, a alegada prática dos crimes de lenocínio e auxílio à imigração ilegal.
9 de Dezembro de 2008 às 19:47

Segundo informação de fonte judicial, a busca do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), feita com mandado judicial, detectou a permanência ilegal de 30 cidadãs estrangeiras, quatro das quais foram detidas por permanência ilegal, já que não haviam cumprido um anterior mandado judicial de expulsão.

Das restantes 26, duas foram notificadas de uma decisão de expulsão já determinada pelo Tribunal, outras duas foram notificadas para comparecer no SEF a fim de se esclarecer a sua situação face à lei de imigração, tendo 22 sido notificadas para abandonarem Portugal.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)