Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Segurança executado em berma de estrada

Um segurança de 33 anos, natural de Santar, Nelas, foi encontrado morto na madrugada de sábado, na berma de uma estrada, tudo indicando que tenha sido assassinado por um antigo recluso, que cometeu o crime devido a um ajuste de contas.
24 de Maio de 2005 às 00:00
A vítima, de nome Óscar, foi descoberta junto à ponte de Fragilde pela GNR de Mangualde, que recebeu o alerta pelas 03h36. As primeiras informações indicavam que o indivíduo, avistado estendido na berma da Estrada Nacional 16, num pequeno largo, teria sido atropelado.
Quando a GNR chegou ao local, onde já se encontravam os bombeiros de Mangualde e uma viatura de emergência médica, verificou-se que o cenário indiciava a ocorrência de um homicídio, pelo que foi também pedida a intervenção da Polícia Judiciária de Coimbra.
A morte de Óscar foi confirmada no local onde terá ocorrido o homicídio, apontando as informações até agora disponíveis para que tenha sido “executado com um tiro na cabeça”, ao que se julga por “um ex-recluso”.
Na origem do crime, segundo fontes policiais, poderá estar uma “vingança”, ou “ajuste de contas, devido a supostas cobranças difíceis”.
A vítima frequentava casas de alterne na zona fronteiriça de Vilar Formoso, nomeadamente no lado espanhol, em Fuentes de Oñoro. Por coincidência, perto do sítio onde foi encontrada existe uma casa nocturna semelhante.
Na noite de sábado, Óscar terá estado em Vilar Formoso, tendo-se deslocado com um amigo ao distrito de Viseu. Horas depois foi encontrado morto, não havendo, para já, qualquer relação entre o referido amigo e o crime praticado.
A Polícia Judiciária de Coimbra está a investigar o homicídio deste segurança e foi possível apurar que poderá haver desenvolvimentos “muito em breve”.
HOMEM MORTO COM TRÊS TIROS
Um homem de 43 anos apareceu anteontem à noite morto num local ermo na estrada que liga Chaves a Boticas, alegadamente vítima de um ajuste de contas. A vítima foi baleada com três tiros, na cabeça e no tronco. O homicídio terá ocorrido num outro local e só depois o corpo terá sido transportado para a estrada onde foi encontrado por populares, que deram o alerta às autoridades. Isto apesar de não haver sinais de arrastamento e os terrenos envolventes estarem intactos. A vítima, identificada como António da Cruz Fernandes, 43 anos, natural de Tinhela, Valpaços, era conhecido pelas autoridades por alegadas ligações ao mundo do crime, o que leva a Polícia a suspeitar que se trata de um ajuste de contas. A GNR de Chaves tomou conta da ocorrência, isolou a zona, e entregou o caso à Brigada de Homicídios da Polícia Judiciária.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)