Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Segurança morto em ajuste de contas

Uma sova encomendada para um segurança do Grande Porto acabou em morte. Rui Gaspar Santos Lima, de 36 anos, conhecido no mundo da segurança privada pela alcunha de ‘Rui Gordo’, foi violentamente agredido na madrugada do passado dia 18 por seis indivíduos, no parque de estacionamento próximo do bar Copacabana, na freguesia de Calendário, em Vila Nova de Famalicão. Transportado em estado grave para o Hospital de Braga, acabou por sucumbir, cinco dias depois, às diversas fracturas cranianas.
27 de Setembro de 2008 às 00:30
Rui Lima e outro amigo foram sovados num parque de estacionamento perto do bar Copacabana
Rui Lima e outro amigo foram sovados num parque de estacionamento perto do bar Copacabana FOTO: José Rebelo

Ao que o CM apurou, a vítima, residente no bairro do Carvalhido, no Porto, foi socado e pontapeado durante mais de dez minutos por seis indivíduos, também eles ligados a uma empresa de segurança privada e para a qual ‘Rui Gordo’ terá trabalhado.

Uma cena de pancada, há algumas semanas e na qual o segurança terá partido o braço a outro colega de profissão, terá servido de ignição para o ajuste de contas.

Ao que o CM apurou, o Rui Lima deslocou-se ao bar Copacabana cerca das 07h30 – e, nessa altura, foi surpreendido pelos seis indivíduos que o agrediram. Foi encontrado por um transeunte deitado sobre uma poça de sangue.

Com ‘Rui Gordo’ estavam dois amigos: um deles conseguiu fugir; o outro foi também agredido e levado para o Hospital de Famalicão de onde fugiu. Recebeu tratamento médico, nas horas seguintes, no Hospital de Matosinhos.

A PJ do Porto está a investigar o caso e, ao que o CM apurou, um dos agressores, residente em Santo Tirso, já se entregou à polícia.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)